Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente de 35 anos procura o pronto-socorro com queixa de dor epigástrica intensa, distensão abdominal e vômitos. Está febril (temperatura axilar = 38 °C), taquicárdico (frequência cardíaca = 105 batimentos por minuto) e taquipneico (frequência respiratória = 24 incursões por minuto). O abdome está distendido e sem sinais de irritação peritoneal. Amilase: 1790 U/L. APACHE II: 25. Além das medidas habituais de reanimação, no terceiro dia de evolução é feita tomografia computadorizada de abdome que mostra necrose de 35% do parênquima pancreático. Melhor abordagem terapêutica neste momento, além de continuar com o suporte clínico intensivo:

A
nutrição parenteral total, antibioticoterapia de amplo espectro e punção da necrose, guiada por tomografia
B
passagem de sonda nasoenteral em posição pós-Treitz, sob visão endoscópica, para nutrição enteral
C
nutrição parenteral total e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica
D
passagem de sonda nasoenteral em posição pós-Treitz, sob visão endoscópica, para nutrição enteral, antibioticoterapia de amplo espectro e necrosectomia pancreática
E
nutrição parenteral total, antibioticoterapia de amplo espectro e necrosectomia pancreática
Paciente de 67 anos, portador de hipertensão arterial, tem colesterol total de 280 mg/dL, HDL 32 mg/dL, triglicerídeos 190 mg/dL e cintura 104 cm. Fez uma CT Slice-64 para diagnóstico de doença coronariana. Que parecer clínico é dado ao paciente?
Em um paciente idoso com hipotensão arterial postural sintomática idiopática, qual medicamento poderá ser empregado?
É fator de risco para doença associada ao Clostridium difficile, em idosos internados em enfermaria de hospital geral, para tratamento com antibióticos.
O Sr J.A.N.S., 68 anos, tem insuficiência cardíaca grau III, insuficiência renal crônica em tratamento conservador, e apresenta os seguintes exames: Hemácias 879.000/mm³, Hemoglobina 8,9 g/dL, Hematócrito 32%, VCM 82,4 fl, HCM 23 pg, CHCM 28%, RDW 12,9%, Plaquetas 149.000/mm³, Leucócitos 4.200/mm³, B 2%, S 59%, E 2%, M 12% e L 25%. Ureia 69, Creatinina 2,3. PCR > 5,0 (normal até 0,5). Em relação a esse paciente, está CORRETO:
Compartilhar