Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente de 35 anos procura o pronto-socorro com queixa de dor epigástrica intensa, distensão abdominal e vômitos. Está febril (temperatura axilar = 38 °C), taquicárdico (frequência cardíaca = 105 batimentos por minuto) e taquipneico (frequência respiratória = 24 incursões por minuto). O abdome está distendido e sem sinais de irritação peritoneal. Amilase: 1790 U/L. APACHE II: 25. Além das medidas habituais de reanimação, no terceiro dia de evolução é feita tomografia computadorizada de abdome que mostra necrose de 35% do parênquima pancreático. Melhor abordagem terapêutica neste momento, além de continuar com o suporte clínico intensivo:

A
nutrição parenteral total, antibioticoterapia de amplo espectro e punção da necrose, guiada por tomografia
B
passagem de sonda nasoenteral em posição pós-Treitz, sob visão endoscópica, para nutrição enteral
C
nutrição parenteral total e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica
D
passagem de sonda nasoenteral em posição pós-Treitz, sob visão endoscópica, para nutrição enteral, antibioticoterapia de amplo espectro e necrosectomia pancreática
E
nutrição parenteral total, antibioticoterapia de amplo espectro e necrosectomia pancreática
O principal sintoma e o tratamento mais indicado para fissura anal crônica são, respectivamente:
Sobre a fimose em crianças, é correto afirmar que:
Com relação à atresia de esôfago, qual das assertivas abaixo é incorreta?
Sobre a epifisite do calcâneo, ou doença de Sever, marcar C para as afirmativas Certas, E para as Erradas e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: ( ) Ocorre mais comumente na faixa etária entre os nove e os 14 anos de idade, sendo muito rara sua ocorrência antes disso. ( ) É mais frequente em meninos e, na maioria das vezes, é unilateral. ( ) O diagnóstico é dado pelo achado patognomônico de esclerose da apófise do calcâneo no raio X de perfil.
Compartilhar