Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Um paciente de 35 anos portador de miocardiopatia dilatada idiopática, com fração de ejeção do ventrículo esquerdo de 0,35 é admitido com piora de falta de ar aos pequenos esforços. Está em uso regular diário de captopril 150 mg, carvedilol 50mg, espironolactona 25 mg, com boa tolerância e adesividade ao tratamento. Apresenta-se levemente dispneico com estase jugular, pulso rítmico com 88 bpm, PA: 110 X 60mmHg, sopro sistólico suave em área mitral, murmúrio vesicular reduzido na base direita, fígado palpável a 2 cm do rebordo e edema +++ de membros inferiores sem sinais de TVP. Qual a melhor opção terapêutica?

A
Furosemida EV.
B
Associação nitrato + hidralazina.
C
Suspensão abrupta do betabloqueador.
D
Ressincronização cardíaca com marcapasso.
E
Transplante cardíaco.
A síndrome de Claude Bernard-Horner é caracterizada pelos seguintes aspectos, EXCETO:
O fator mais significante que contribui para a formação de cálculo renal de estruvita (fosfato amoníaco magnesiano), é:
São cardiopatias congênitas cianóticas, EXCETO:
No que se refere às cardiopatias congênitas, assinale a alternativa correta.
Compartilhar