Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Um paciente de 35 anos com prótese valvar mitral biológica apresenta quadro febril há 4 semanas. No exame físico, encontra-se em bom estado geral, sem sinais de insuficiência cardíaca. Não há sopros cardíacos, linfadenopatia ou hepatoesplenomegalia. Trazia exames realizados há 1 semana: Hb9g/dl, Htc: 27%, Leucócitos: 12000 (0-76-0-20-4), plaquetas: 155.000; VHS: 65mm/1ª. hora; creatinina: 0,9mg/dl; ureia: 40mg/dl, TGO: 23UI, TGP: 33UI; sorologia para dengue: negativa; anti-HIV: negativo, Urina tipo I: leucócitos: 80.000/ml, eritrócitos: 60.000/ml, Urocultura: negativa. Qual a melhor conduta a seguir ?

A
Iniciar norfloxacino via oral em tratamento ambulatorial.
B
Iniciar cefalosporina de 3ª geração por via endovenosa durante 10 dias.
C
Realizar ultrassonografia de adbômen, ecocardiograma transtorácido e administrar penicilina cristalina EV por 2 semanas.
D
Realizar ecocardiograma transtorácico (transesofágico se necessário), iniciar de imediato penicilina cristalina EV, gentamicina IM e oxacilina EV, após coleta de hemoculturas.
E
Pesquisar outras causas de febre de origem indeterminada.
Criança de 7 anos, sexo masculino, é internada com vômitos persistentes. A palpação abdominal identifica uma estrutura ovalada (“oliva”) em abdome superior a direita. O cirurgião pediátrico tem a hipótese diagnóstica de estenose hipertrófica de piloro. Caso esteja correto, a alteração eletrolítica / gasométrica que espera encontrar é:
Constitui contraindicação absoluta de DIU (Dispositivo Intrauterino):
A fibrose cística é uma doença que ocorre na faixa etária pediátrica. Essa doença
Uma hepatologista experiente lhe comunicou que seu filho está com insuficiência hepática aguda fulminante (não relacionada ao uso de acetaminofen). Isso quer dizer que seu filho tem:
Compartilhar