Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hematologia

Um paciente de 40 anos, com angina instável e classificado como de baixo risco para eventos, recebe alta hospitalar no 5º dia de internação. Sua prescrição não deve incluir a associação de:

A
ácido acetilsalicílico, betabloqueador e estatinas.
B
betabloqueador e nitrato.
C
betabloqueador, nitrato e ácido acetilsalicílico.
D
betabloqueador e clopidogrel.
E
heparina de baixo peso molecular, betabloqueador e ácido acetilsalicílico.
Homem, 67a, queixa-se de hematúria macroscópica sem outros sinais ou sintomas associados. Submeteu-se a investigação com ultrassonografia abdominal que evidenciou duas tumorações vesicais, medindo cada uma 2,5 cm, no fundo e na parede lateral esquerda, respectivamente. O paciente submeteu-se a Ressecção Endoscópica Transuretral (RTU) das lesões, a qual foi completa. Anatomopatológico demonstrou carcinoma urotelial papilífero de alto grau histológico com comprometimento do tecido conjuntivo subepitelial (pT1). Foram encontrados focos de carcinoma urotelial in situ concomitantes. Qual a conduta?
Alberto foi atendido em via pública. Apresentava-se com fratura simples de tornozelo, trauma torácico, turgência de veias jugulares; PA = 50/30mmHg, ausculta cardíaca com abafamento de bulhas e ausculta pulmonar normal bilateralmente. A conduta de emergência será:
Há 2 meses, um casal perdeu um filho de 1 ano e meio vítima de meningite meningocóccica fulminante.Outro filho, de 4 anos, desenvolveu meningite 5 dias depois. Está vivo, mas apresenta sequelas. O médico está sendo processado por negligência, pois os pais não receberam orientações acerca da profilaxia de contactantes, que deveria ter sido recomendada por 2 dias, com:
Sobre o FAST – Focused Assessment Sonography in Trauma – ou avaliação ultrassonográfica direcionada para o trauma, podemos afirmar, EXCETO:
Compartilhar