Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente de 42 anos, masculino, apresenta-se a um serviço de emergência com queixa de dor abdominal difusa de forte intensidade, iniciada subitamente há 6 horas. Ao exame possui fácies de dor e abdômen com rigidez intensa e defesa involuntária difusa. Seus exames de laboratório são inocentes, exceto por discreta leucocitose sem desvios. A rotina de abdome agudo mostra uma lâmina de ar abaixo da cúpula diafragmática direita. A localização mais frequente da patologia provável nesse caso é:

A
Na segunda porção duodenal, parede posterolateral.
B
Justapilórica, parede anterior.
C
Junto à incisura angularis.
D
Na transição corpo-fundo gástrico.
Recém-nascido que apresenta cardiopatia congênita canal-dependente necessita fazer uso de droga para manter o canal arterial patente. Entre os abaixo citados, qual o tipo de droga sugerida?
Paciente apresenta-se na emergência com melena. Nega hematêmese e hematoquezia. A origem mais provável desse sangramento é:
Assinale abaixo o valor limite de PCO2 acima do qual se confirma o diagnóstico de morte encefálica na prova da apneia.
Recém-nascido do sexo feminino com idade gestacional de 38 semanas, nasceu de parto cesariano devido a polidrâmnio, Apgar 7 e 10, não foi possível passagem de sonda gástrica durante o atendimento na sala de parto. Iniciou quadro de taquipneia e saída oral de secreção salivar "espumosa". Foi submetida a radiografia simples de abdome, que evidenciou bolsão esofágico dilatado e presença de ar no abdome. O diagnóstico etiológico mais provável é:
Compartilhar