Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente de 42 anos, masculino, apresenta-se a um serviço de emergência com queixa de dor abdominal difusa de forte intensidade, iniciada subitamente há 6 horas. Ao exame possui facies de dor e abdômen com rigidez intensa e defesa involuntária difusa. Seus exames de laboratório são inocentes, exceto por discreta leucocitose sem desvios. A rotina de abdome agudo mostra uma lâmina de ar abaixo da cúpula diafragmática direita. Ainda na hipótese da lesão gástrica ser na localização descrita na questão anterior, o procedimento cirúrgico que não tem indicação neste caso é a:

A
Gastrectomia distal.
B
Ulcerorrafia com biopsia.
C
Vagotomia.
D
Excisão da úlcera e sutura.
Paciente feminina relata ter doença celíaca e sintomas de adinamia associada à palidez. Realizou exames laboratoriais demonstrando hemograma com Hb de 5 g/dl (normal: 13.5–17.5 g/dl) e VCM de 120 fl (normal: 80 a 100 fl). O leucograma demonstrava neutrófilos de 1.0 10³ cel/µl (normal: 4.5 a 11.0 x 10³ cel/µl), plaquetas de 50.000/µl (normal: 150 a 450 x 10³ µ/l) e contagem normal de reticulócitos. A dosagem sérica de vitamina B12 era de 250 pg/ml (normal: 200 a 835 pg/ml) e a de folato era de 6 ng/ml (normal: 3 a 16 ng/ml). Realizou dosagem sérica de ácido metilmalônico e de homocisteína, segundo a qual ambos estavam elevados. Assinale a alternativa que expressa o diagnóstico hematológico dessa paciente.
Assinale a alternativa que apresenta erupções morbiliformes:
Uma adolescente de 15 anos apresenta episódios intermitentes de cefaléia há três anos. A dor é hemicrania, ora direita ora esquerda, tipo latejante, de moderada a forte intensidade, associada a náuseas, vômitos, fonofobia e fotofobia. Precedendo as crises, ela refere parestesias em face e mãos, associadas a escotomas cintilantes. As crises duram em média cinco horas e melhoram com uso de paracetamol. O exame neurológico é normal. As crises ocorrem duas vezes por mês, próximo ao período de provas escolares. O diagnóstico, nesse caso, é:
Como consequência de estímulos nas glândulas sebáceas, a dermatite seborréica pode ocorrer em pacientes que sofrem da:
Compartilhar