Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente de 42 anos, masculino, apresenta-se a um serviço de emergência com queixa de dor abdominal difusa de forte intensidade, iniciada subitamente há 6 horas. Ao exame possui facies de dor e abdômen com rigidez intensa e defesa involuntária difusa. Seus exames de laboratório são inocentes, exceto por discreta leucocitose sem desvios. A rotina de abdome agudo mostra uma lâmina de ar abaixo da cúpula diafragmática direita. Se a cirurgia realizada incluir uma vagotomia troncular, pode ocorrer a chamada síndrome pós-vagotomia, sobre a qual é correto afirmar que:

A
Retarda o trânsito intestinal e acelera o esvaziamento gástrico.
B
Acelera o trânsito intestinal e o esvaziamento gástrico.
C
Retarda o trânsito intestinal e o esvaziamento gástrico.
D
Acelera o trânsito intestinal e retarda o esvaziamento gástrico.
Qual dos dados abaixo não faz parte do critério hematológico para LES?
A doença policística do fígado está frequentemente associada a:
Uma paciente de 40 anos, do sexo feminino, procura o hospital por apresentar febre e disúria. Ao exame apresenta PA = 90/50 mmHg, FC = 110 bpm, FR = 26 mrm, TA = 38.5°C. O exame de sangue mostra um hemograma com 15.000 leucócitos. O médico emergencista prescreve 3000 ml de solução salina (SF 0.9%), solicita culturas e após 1 hora constata que não houve alteração significante do quadro e a PA é de 85/50 mmHg. Qual deve ser o diagnóstico e qual a conduta mais adequada?
Ao examinar um recém-nascido em alojamento conjunto que se apresenta ictérico, que característica manteria a hipótese de icterícia fisiológica?
Compartilhar