Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Um paciente de 6 anos de idade foi internado na enfermaria pediátrica com linfadenomegalia cervical e axilar do lado direito. Alguns gânglios estavam ulcerados e fistulizados, drenando secreção ganglionar. Das doenças citadas abaixo, assinale aquela que menos provavelmente apresenta esta evolução:

A
Tuberculose.
B
Doença da arranhadura do gato.
C
Febre da moderdura do rato.
D
Esporotricose.
E
Paracoccidioidomicose.
RN nascido de parto cesariano, pós termo, banhado em mecônio fluido, não chorou ao nascer. Ao exame: Hipotônico, cianose central, apneia e FC de 60 bpm. A conduta imediata a ser realizada é:
Paciente de 45 anos, masculino, proveniente de Palmeiras - Goiás, com queixa de ferida no pênis há 6 meses. Ao exame físico mostra lesão úlcerocrostovegetante, com bordos elevados, com 3,0 cm de diâmetro e fundo sujo. Refere relação sexual sem proteção e uso de Penicilina injetável por conta própria. Foi feita hipótese diagnóstica de doença sexualmente transmissível e câncer. Realizada biópsia da lesão. Marque a alternativa mais correta para o caso.
No tratamento do paciente com fibrilação ventricular ou taquicardia ventricular sem pulso, o antiarrítmico de primeira escolha é:
A coarctação da aorta costuma estar associada a outros defeitos congênitos, cardíacos ou vasculares. Dentre as anormalidades associadas, assinale a mais frequente, e que costuma apresentar repercussão hemodinâmica na evolução tardia dos pacientes portadores de coarctação da aorta corrigida.
Compartilhar