Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Um paciente de 65 anos diagnosticado recentemente com atrite reumatoide consulta por anemia de 6 meses de evolução. O hemograma mostra um Hb: 8.5 g/dl; VCM: 68 l; leucócitos 7.250; plaquetas: 230.000/mm3; ferro 32mcg/dl (N 50-150); ferritina: 500 ng/dl (N 20-250). Qual poderia ser a hipótese MAIS apropriada para esta anemia?

A
Anemia ferropriva.
B
Anemia perniciosa.
C
Anemia por deficiência de vitamina B12.
D
Anemia de doença crônica.
E
Anemia por deficiência de folato.
Paciente com 40 anos de idade, com diagnóstico de hipertensão há três anos, que evoluiu com dificuldade de controle pressórico e hipocalemia persistente sem causa aparente. Na investigação para hiperaldosteronismo primário, os seguintes resultados foram obtidos: aldosterona plasmática em repouso: 36 ng/ml (VR: 1-16): atividade plasmática de renina: 0,08 ng/ml/hora (VR: 0,4- 0,7): aldosterona plasmática ao teste da postura: 36 ng/dl. Na tomografia computadorizada de abdome, nenhuma massa adrenal foi visualizada. Qual seria o diagnóstico mais provável para essa paciente?
Em relação às queimaduras, assinale a alternativa CORRETA.
Com relação ao diagnóstico da infecção pelo vírus da hepatite C é CORRETO afirmar:
Uma paciente, com 25 anos de idade, há três dias apresenta febre, cefaleia intensa retro-orbital, mialgia e exantema cutâneo morbiliforme. Há oito dias retornou de Fortaleza e há um dia começou a apresentar petéquias, epistaxe e teste do torniquete positivo. Sua pressão arterial é de 120/70 mmHg e sua pulsação, de 80 bpm, a temperatura é de 36,7ºC. Os exames laboratoriais mostraram plaquetas de 80.000, leucopenia, tempos de protrombina e tromboplastina parcial normais e sorologia para dengue (IgM) positiva. Esse quadro caracteriza diagnóstico de:
Compartilhar