Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Um paciente de 70 anos de idade, com insuficiência hepática compensada, pesando 65 kg, foi operado de uma hérnia inguinal, sob anestesia local. O anestésico disponível é a lidocaína 2% com vasoconstritor. O paciente é monitorizado e recebe 5 mg de midrazolan para sedação. O cirurgião infiltra a região inguinal usando 20 ml do anestésico e, 5 minutos após, o paciente apresenta tremores musculares, náuseas, hipotensão, bradicardia e torna-se confuso. A provável causa desta situação é?

A
Depressão respiratória por sedação.
B
Ataque isquêmico transitório.
C
Distúrbio neurovegetativo introduzido por dor, medo e ansiedade.
D
Intoxicação pelo anestésico.
Quanto ao trauma pediátrico, é correto afirmar que:
Paciente do sexo masculino, 64 anos, raça negra, canhoto, 110kg, diabético e hipertenso, com perda progressiva da função renal. No momento possui clearence de creatinina de 15ml/min, mantendo-se este, em queda. Paciente possui todas as veias dos membros superiores pérveas e de bom calibre, assim como pulsos amplos e cheios ao exame físico dos membros superiores. A ecografia vascular confirmou tais informações. O acesso de eleição para confecção da fístula neste paciente é:
O sinal da “dupla bolha” na radiografia simples AP de abdome em ortostatismo é patognomônico de:
Habitualmente, qual das veias relacionadas a seguir, em seu trajeto rumo à veia cava inferior, cruza anteriormente a aorta abdominal, demarcando o limite superior da dissecação do colo aneurismático nos casos de aneurisma de aorta abdominal infrarrenal.
Compartilhar