Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Um paciente de 70 anos de idade, com insuficiência hepática compensada, pesando 65 kg, foi operado de uma hérnia inguinal, sob anestesia local. O anestésico disponível é a lidocaína 2% com vasoconstritor. O paciente é monitorizado e recebe 5 mg de midrazolan para sedação. O cirurgião infiltra a região inguinal usando 20 ml do anestésico e, 5 minutos após, o paciente apresenta tremores musculares, náuseas, hipotensão, bradicardia e torna-se confuso. Qual deve ser a conduta do cirurgião?

A
Administrar mais 5 mg midrazolan para aumentar a sedação do paciente.
B
Iniciar rapidamente com trombolítico e colher enzimas cardíacas.
C
Administrar O2 a 100% sob máscara, colocar paciente em Trendefenburg.
D
Elevar cabeceira da mesa, aumentar a hidratação e realizar a cirurgia o mais rápido possível.
Paciente masculino, 54 anos de idade, portador de prótese mecânica de válvula mitral, tabagista, hipertenso apresenta o diagnóstico de estenose pilórica severa devido á úlcera péptica com identificação de tratamento cirúrgico. Em relação aos cuidados operatórios gerais, assinale a alternativa incorreta.
Parturiente apresenta ao exame de toque vaginal cervicodilatação de 9 cm, bolsa íntegra, feto em apresentação cefálica, bregma na direção da sinostose sacroilíaca direita. É correto afirmar que se trata de uma apresentação cefálica defletida de:
Instruções: Para responder às questões de números 27 a 29 assinale, na folha de respostas, a alternativa que contém a afirmação correta em relação ao assunto indicado. Diabetes gestacional.
Paciente, 36 anos de idade, lavradora, procedente da zona rural, cursa com diarreia há três meses com perda ponderal de 5 kg, além de dor abdominal. Nega história familiar de câncer. Tem dieta rica em frutas e legumes. O quadro se caracteriza por 8 dejeções/dia com fezes amolecidas, sem muco ou sangue visíveis. Traz exame protoparasitológico de fezes, em uma amostra, negativo. Ao exame físico, se apresenta com hipocromia de mucosas ++/4, IMC: 23 kg/cm², abdome sem visceromegalias. Os exames de laboratório evidenciam Hb: 8 g/dl, VHS: 54 mm na 1ª hora, leucograma: 14,3 mil com 76% segmentados. A colonoscopia revelou úlceras de aspecto serpiginoso em ceco e íleo terminal, com mucosa de permeio normal. Um exame de PPD realizado nessa paciente revelou área de induração de 7 mm após 72 horas. Esse dado:
Compartilhar