Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Infectologia

Pneumologia

Cirurgia Geral

Um paciente de 72 anos, com hipertensão arterial, insuficiência cardíaca compensada e doença pulmonar obstrutiva crônica moderada, tem agora diagnóstico de empiema pleural na sua fase organizada (crônica) em base do hemitórax anterolateral direito. Foi encaminhado por uma unidade de pronto atendimento para continuidade do tratamento. Neste caso, qual dos procedimentos abaixo deve ser indicado?

A
Toracostomia com drenagem fechada em selo d'água.
B
Toracocentese aspirativa diagnóstica.
C
Pleuropneumonectomia.
D
Evacuação e decorticação do empiema.
E
Drenagem aberta com retalho à Eloesser.
Mulher, 50 anos, sofreu queda ao solo torcendo o joelho Direito (D). Ao exame físico, apresenta dor intensa, aumento significativo de volume e deformidade em varo no joelho D; edema discreto, pouca dor no pé D, que apresenta temperatura semelhante à do pé E e pulso pedioso presente nesse lado, porém fracamente palpável. O RX mostra fratura-luxação anterior tibiofemoral ao nível do joelho D, com grande fragmentação do planalto tibial. Acerca dessa situação, é CORRETO afirmar que:
Em pacientes com síndrome de Down, a radiografia de articulação atlantoaxial deve ser realizada em posição de:
"É essencial que o tratamento médico inicial faça uma completa avaliação e dê início aos procedimentos de emergência, incluindo imobilizações e tratamento dos ferimentos". Sobre o tratamento das lesões musculoesqueléticas, é CORRETO afirmar que:
Homem de 65 anos, diabético tipo I, apresenta história de piora da lombalgia que vem tendo há 06 meses. A dor se inicia ao deambular, com irradiação para ambas as pernas e nádegas, exacerbada também durante a ortostase prolongada. Relata que a dor é aliviada quando sentado ou inclinando a coluna para frente. Sinal de Lasègue negativo. Baseando-se nesse conjunto de dados, o diagnóstico mais provável e o exame subsidiário recomendado para investigação diagnóstica são:
Compartilhar