Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Um paciente de 75 anos, cardiopata, vítima de atropelamento em via pública, é levado ao pronto-socorro em estado de choque, com palidez cutâneo mucosa, sudorese, baixa perfusão e FC de 98 bpm com PA de 90x60 mmHg. Reclama de muita dor abdominal e fica repetindo incessantemente que vai morrer. Frequência respiratória de 23 irpm com ausculta pulmonar normal bilateralmente. Com a infusão de 2000ml de Ringer lactato, sua pressão estabiliza com 100x70 mmHg com FC de 88 bpm. É realizado USG (FAST) nos três compartimentos e é detectado líquido em moderada quantidade no abdome e a tomografia de abdome evidencia uma lesão hepática grau III com moderada quantidade de líquido livre na cavidade. Qual deve ser a conduta frente a esta situação?

A
Videolaparoscopia diagnóstica.
B
Observação clínica.
C
Laparotomia exploradora imediata.
D
Realizar lavado peritoneal diagnóstico para identificar lesão de víscera oca.
Mulher de 27 anos, com histórico de litíase renal, é submetida à ecografia abdominal que demonstra nódulo hepático. É submetida, então, à ressonância magnética, que diagnostica hiperplasia nodular focal de 5 cm de diâmetro no lobo direito do fígado. Refere uso de anticoncepcional oral. A conduta mais adequada nessa situação é:
Uma paciente de 60 anos de idade com antecedente de hipertensão arterial controlada, dislipidemia em uso de sinvastatina e histórico de tabagismo há 40 anos, cujo resultado anatomopatológico de uma cirurgia de Ressecção Endoscópica de Tumor de Bexiga (RTU) revelou um carcinoma urotelial de alto grau com invasão do músculo detrusor. O tumor era de aproximadamente 2,0 cm de tamanho, localizado na parede vesical anterior e foi totalmente ressecado na RTU. Qual a melhor conduta a seguir para este paciente?
Em relação aos tumores sólidos na infância, é CORRETO afirmar:
Paciente acabou de completar 50 anos de idade sem historia familiar de doença neoplásica da próstata. Qual seria a sua atitude para a saúde prostática?
Compartilhar