Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Um paciente de 75 anos, sexo feminino, obesa, no 3º dia de pós-operatório de artroplastia de quadril, iniciou quadro de dispneia, o murmúrio vesicular encontrava-se totalmente abolido à direita, macicez à percussão. Sua gasometria arterial mostrava PaO2 de 52 mmHg. Radiografia de tórax evidenciava velamento de todo o hemitórax direito com desvio do mediastino para o lado comprometido. Marque a opção que aponta a causa principal da hipoxemia.

A
Redução da pressão alveolar de oxigênio (PAO2)
B
Alteração da relação ventilação/perfusão (V/Q < 1)
C
Alteração da relação ventilação/perfusão (V/Q > 1)
D
Redução da diferença alvéolo-arterial do O2
Criança de 9 anos de idade, com quadro respiratório de evolução insidiosa há 3 semanas, iniciando com tosse inicialmente seca, coriza, odinofagia e febre baixa sem comprometimento do estado geral. Tratada com sintomáticos, não melhorou, evoluindo com tosse produtiva, característica coqueluchoide, dor torácica esporádica, febre moderada, queda do estado geral, FR = 36 rpm. A ausculta pulmonar apresenta MV rude, sibilos creptações. Mãe relata que já está usando amoxilina há 3 dias. Qual o provável agente etiológico nesse caso e qual a droga de escolha?
Abscesso de Brodie:
Luís, 5 anos, apresenta história de diarreia crônica intercalada com períodos de constipação, acompanhados de distensão abdominal, dor abdominal crônica e baixa estatura. Foi tratado para anemia ferropriva, sem sucesso por várias vezes. Apresenta, ainda, no exame físico, hipoplasia do esmalte dentário. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Paciente masculino, de 55 anos, é hipertenso, em uso de anti-hipertensivos e AAS. Procura atendimento médico devido a primeiro episódio de epistaxe, a qual não cessou com medidas caseiras, como gelo local. Ao exame, apresenta: ritmo cardíaco regular; PA=220/140 mmHg; FC=90 bpm; sangramento nasal, não sendo possível identificar sua origem. Dentre as condutas abaixo, qual a mais adequada?
Compartilhar