Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Um paciente é encaminhado para avaliação diagnóstica de hipercalcemia. Revendo seu prontuário ambulatorial você verifica que há oito meses já existia resultado laboratorial indicando esta mesma anormalidade. Considerando que o nível sérico do PTH deste enfermo está elevado, assinale a melhor hipótese diagnóstica dentre as citadas:

A
Carcinoma do pulmão.
B
Uso de lítio.
C
Imobilização prolongada.
D
Hipertireoidismo.
E
Síndrome de Wermer.
Pacientes portadores de cardiopatia congênita cianótica com shunt direito-esquerdo frequentemente apresentam policitemia. Os pacientes com policitemia grave (VG >65%) são de maior risco para desenvolver:
Adolescente com queixa de tosse, apresentando ao exame físico linfonodomegalia cervical e esplenomegalia. Peso = 50 kg; FC = 80 bpm; FR = 20 mpm; t = 36.5ºC. Refere perda de peso de 3 kg nos últimos 6 meses. A biópsia de linfonodo diagnosticou linfoma de Hodgkin, celularidade mista. TAC de tórax apresenta massa no mediastino. TAC de abdome demonstra esplenomegalia. O estadiamento clínico desse caso é:
Paciente sexo feminino, 27 anos, agricultora. Há 4 dias apresentou perda de força muscular de caráter ascendente com evolução para tetraparesia flácida. Dois dias após apresentou um episódio de crise convulsiva tônico-clônica generalizada. Foi medicada com fenobarbital (1 ampola IM), evoluindo com urina escura e tetraplegia. Ao exame, hipotonia generalizada, reflexos profundos ausentes e sensibilidade normal. História pregressa de 2 internamentos por dor abdominal de origem desconhecida e um episódio de distúrbio psiquiátrico. Qual o diagnóstico provável dessa paciente?
Com relação à esclerose lateral amiotrófica, é correto afirmar:
Compartilhar