Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente jovem do sexo masculino chega ao hospital com um quadro de hemorragia digestiva alta, vomitando sangue vivo, em choque hipovolêmico. Relata que não faz uso de anti-inflamatórios, nega dor epigástrica, e relata que bebe socialmente uma ou duas latinhas de cerveja em finais de semana. Depois de fazer dois acessos venosos calibrosos e tipar o sangue, você liga para o endoscopista que lhe pergunta: Qual a causa MAIS PROVÁVEL para esta hemorragia?

A
Varizes de esôfago.
B
Úlcera gástrica.
C
Câncer gástrico.
D
Úlcera duodenal.
E
Síndrome de Mallory-Weiss.
Uma mulher de 30 anos vai ao consultório médico relatando que a avó de 68 anos morreu devido a câncer de ovário. Temendo adquirir a doença, ela solicita informações sobre os fatores de risco e prevenção para o carcinoma de ovário. Assinale a alternativa que apresenta um fator que pode diminuir o risco para esse câncer.
Paciente de 2 anos com história de fezes amolecidas, volumosas e brilhantes 8x/dia. História pregressa de 3 episódios de pneumonia. Ao exame: peso e estatura abaixo do 3º percentil. Hemograma: Hb = 12, leucócitos 2.500, 2% bastões, 10% segmentados, 2% eosinófilos, 86% linfócitos, plaquetas 250.000. Radiografia de ossos longos demonstra condrodisplasia metafisária. Qual o diagnóstico?
Qual a hipótese diagnóstica e a principal associação em caso de criança de 18 meses com taquicardia incessante?
São causas de eosinofilia, EXCETO:
Compartilhar