Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente jovem do sexo masculino chega ao hospital com um quadro de hemorragia digestiva alta, vomitando sangue vivo, em choque hipovolêmico. Relata que não faz uso de anti-inflamatórios, nega dor epigástrica, e relata que bebe socialmente uma ou duas latinhas de cerveja em finais de semana. Depois de fazer dois acessos venosos calibrosos e tipar o sangue, você liga para o endoscopista que lhe pergunta: Qual a causa MAIS PROVÁVEL para esta hemorragia?

A
Varizes de esôfago.
B
Úlcera gástrica.
C
Câncer gástrico.
D
Úlcera duodenal.
E
Síndrome de Mallory-Weiss.
Paciente do sexo masculino, 55 anos, usuário de álcool e tabaco há 38 anos, apresenta tumoração em cavidade oral, irregular, endurada, fixa, dolorosa, que causa disfagia e sensação de corpo estranho. Informa emagrecimento de 10 Kg nos últimos 2 meses. Foi submetido à biópsia da tumoração cujo histopatológico concluiu tratar-se de lesão maligna, a mais frequente nesta topografia. Qual o provável tipo histológico?
Assinale a alternativa que NÃO está associada com aumento do risco de acidente vascular cerebral em pacientes com fibrilação atrial.
Portadora de lúpus eritematoso sistêmico chegou, ao ambulatório, com quadro de reativação grave da doença. Que exames, dentre os abaixo, melhor detectam esta situação?
Sobre a anatomia cirúrgica da região ínguinocrural, é incorreto afirmar:
Compartilhar