Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Um paciente obeso, hipertenso controlado com vasodilatadores, alcoolista, não diabético, trabalha 16 horas por dia como vendedor em um bar da periferia. Refere ter no final do dia pernas que incham e pela manhã estão livres do edema. Há 4 dias, pela tarde, iniciou mal-estar geral caracterizado por dor no corpo, principalmente lombar, associando a dor na cabeça. Algumas horas depois apresentava febre alta e calafrios sendo necessário o agasalhamento. Esta situação se seguiu de dor em queimação intensa na perna esquerda, precedida de prurido, e o local se tornou avermelhado, em uma grande placa circinada que envolvia a região desde o pé até próximo do joelho. Houve aumento do volume da perna. Refere que surgiram adenopatias inguinais e se formaram bolhas, sem sangue, na região eritematosa. Qual o diagnóstico etiológico da síndrome febril?

A
Virose.
B
Insuficiência venosa crônica.
C
Trombose venosa profunda.
D
Erisipela verdadeira.
E
Eritema nodoso.
Em virtude da detecção precoce do PSA (antígeno prostático específico), no câncer de próstata, a maioria dos casos é diagnosticada enquanto "orgão confinado". Leia as asserções. I. O Escore de Gleason, PSA e o estadiamento são fatores prognósticos pré-operatórios importantes prévios à prostatectomia radical. II. Localidades com pouca exposição ao sol, dieta rica em gorduras e hereditariedade são fatores predisponcntes ao surgimento de câncer de próstata. III. Lavado vesical, PSA e citologia aspirativa fazem parte do diagnóstico atual do câncer de próstata. IV. Em casos selecionados, tais como presença de comorbidades graves, perspectiva de vida menor do que dez anos e pacientes com idade superior a 75 anos, o acompanhamento vigilante é uma boa alternativa nos carcinomas de próstata órgão-confinados. V. A via de obtenção de tecido prostático, geralmente, é transperineal, guiada por ultrassom, da qual são retirados 12 fragmentos, em média. Está correto, apenas, o que se afirma em:
Jovem, 18 anos, sofreu queda de 12 metros de altura e deu entrada no pronto-socorro com sinais evidentes de choque hemorrágico. Diante da suspeita de lesão abdominal, o exame mais sensível para auxiliar no diagnóstico é:
Criança de dois anos e meio de idade, que já falava adequadamente, vem apresentando gagueira há um mês. A mãe, bastante ansiosa, leva a criança ao pediatra com esta queixa. Considerando o diagnóstico, a conduta mais adequada é:
Qual das doenças relacionadas é caracterizada como causadora de trombofilia secundária?
Compartilhar