Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Um paciente obeso, hipertenso controlado com vasodilatadores, alcoolista, não diabético, trabalha 16 horas por dia como vendedor em um bar da periferia. Refere ter no final do dia pernas que incham e pela manhã estão livres do edema. Há 4 dias, pela tarde, iniciou mal-estar geral caracterizado por dor no corpo, principalmente lombar, associando a dor na cabeça. Algumas horas depois apresentava febre alta e calafrios sendo necessário o agasalhamento. Esta situação se seguiu de dor em queimação intensa na perna esquerda, precedida de prurido, e o local se tornou avermelhado, em uma grande placa circinada que envolvia a região desde o pé até próximo do joelho. Houve aumento do volume da perna. Refere que surgiram adenopatias inguinais e se formaram bolhas, sem sangue, na região eritematosa. No caso clínico anterior, que fator pode ser considerado determinante para o aparecimento do quadro clínico febril?

A
Obesidade.
B
Pernas que incham cronicamente.
C
Hipertensão arterial.
D
Problema linfático.
E
Nenhum item acima.
Adolescente de 17 anos há 5 dias iniciou febre, odinofagia e fadiga. O exame físico revela tonsilite exsudativa com aumento e sensibilidade bilateral dos linfonodos cervicais posteriores. O baço é palpável a 3 cm abaixo do rebordo costal. O agente etiológico mais provável da doença deste paciente é:
Paciente vítima de queimadura por líquido fervente em dorso apresenta-se à sala de urgência com 20% de área corporal queimada, com queimaduras de 2º grau superficial e profundo, com flictenas íntegras e rotas. Apresenta-se lúcido, orientado, com PA: 120 x 80 mmHg, FC: 96 bpm, FR: 22 irpm, saturando a 98% em ar ambiente. Qual a conduta inicial a ser tomada?
Uma menina de 9 anos apresenta-se com edema doloroso na superfície anterior das pernas, que persiste há cerca de três dias. O exame revela nódulos eritematosos sensíveis, com 1-2 cm de diâmetro, nas superfícies extensoras das pernas. O restante do exame físico é irrelevante. Quais dos seguintes exames complementares têm probabilidade de confirmar a causa dessas nodosidades?
Recém-nascido, com 4 horas de vida, com sofrimento respiratório, recebendo 80% de oxigênio, 30 semanas de idade gestacional pediátrica, 1100 g de peso de nascimento. A mãe entrou em trabalho de parto, com bolsa rota de 20 horas, líquido amniótico claro. Não fez pré-natal. Considerando que esse recém-nascido tenha pneumonia congênita, qual o patógeno mais frequentemente encontrado nesses casos?
Compartilhar