Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Um paciente tabagista de longa data deu entrada na emergência do hospital apresentando hematêmese significativa. Neste caso, a principal causa é:

A
Síndrome de Mallory-Weiss.
B
Esofagite de refluxo.
C
Presença de varizes esofagianas.
D
Úlcera péptica.
Em pacientes com hipercatabolismo, como grandes queimados, a avaliação do índice metabólico reflete o gasto energético. É correto afirmar que
Paciente com 52 anos, masculino, apresentando lesão cutânea ulcerada de 2 cm de diâmetro em perna direita, cuja biópsia incisional evidenciou MELANOMA MALIGNO do tipo nodular, com nível de espessura de Breslow de 3 mm e ausência de metástases à distância pelo estadiamento. Ao exame físico, a lesão não é fixa aos planos profundos, e os linfonodos inguinais não são palpáveis. A melhor conduta a seguir é:
O baixo pH influencia a ação dos anestésicos locais na sua:
Mulher, 52 anos de idade, assintomática, em início de menopausa, apresentou em exames de rotina: AST: 210 U/dl; ALT: 102 U/dl; gamaglutamiltransferase: 92 U/l. Não faz reposição hormonal. Nega transfusões sanguíneas e tem apenas um parceiro sexual. O exame físico é normal. Realizou exames adicionais que revelaram: Hb: 13,2 g/dl; Ht: 37%; leucograma: 5.700 leuc/mm³ sem desvios; glicemia: 82 mg/dl. Anti-HCV positivo; AgHBs negativo; índice de saturação de transferrina: 40%; ferritina sérica: 850 mcg/L. Anticorpos antimitocôndria, antimúsculo liso e anti-LKM negativos. Anticorpos anti-TPO positivos. A alteração renal mais provável, nesse caso, é:
Compartilhar