Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Neurologia

Nefrologia

Um paciente tetraplégico chega à UTI com insuficiência respiratória aguda hipercápnica. As possíveis causas são:

A
síndrome de Guillain-Barré, miastenia gravis, acidose metabólica e hipofosfatemia.
B
hipovolemia, hiperpotassemia, SARA e poliomielite.
C
intoxicação por organofosforados, miastenia gravis, acidose metabólica e poliomielite.
D
botulismo, hipopotassemia, acidose metabólica e poliomielite.
E
hipopotassemia, botulismo, intoxicação por organofosforados e porfiria.
Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela que aponte o(s) maior(es) determinantes(s) de mortalidade precoce após uma lesão traumática do pâncreas:
Paciente de 9 anos em tratamento com metilfenidato para transtorno de déficit de atenção e hiperatividade vem apresentando boa melhora nas atividades acadêmicas, porém a mãe preocupa-se com as consequências de se fazer uso de uma medicação controlada em idade tão precoce. Ao citar-lhe os riscos, você CORRETAMENTE lhe dirá que o uso do medicamento, mesmo na posologia poderá causar:
O trauma crônico e repetitivo que leva a rupturas microscópicas quando o osso sofre uma carga superior ao seu ponto de colapso, é conhecida como:
Paciente masculino de 78 anos, portador de diabetes melito, hipertensão arterial e transtorno afetivo bipolar, deu entrada no pronto-socorro após episódio de síncope. Apresentava FC = 38 bpm e PA = 74 x 36 mmHg ao exame físico. Encontrava-se sonolento, confuso, febril, secretivo e com hiperglicemia. Foi internado na UTI e evoluiu com insuficiência renal aguda, necessitando de terapia dialítica. O paciente fazia uso previamente de insulina glargina 30 UI/dia e Lispro 04 UI nas refeições, losartan 50 mg 2x/dia, citalopram 20 mg/dia e carbonato de lítio 300 mg 3x/dia. Com base no caso acima, é CORRETO afirmar:
Compartilhar