Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hematologia

Um Patologista estava fazendo um estudo de revisão de 145 casos de linfomas não-Hodgkin nodais e extra-nodais. Utilizou a técnica de imunofenotipagem. Tinha cinco frascos de anticorpos monoclonais que marcavam células específicas (entre parênteses): anti-CD45 (todos os linfócitos); anti-CD-20 (expressos em células B); anti-CD2 (todas as células T tímicas e periféricas e em células natural killer); anti-CD33 (todos os progenitores mieloides e nos monócitos); anti-CD4 (células T auxiliares periféricas). Na bateria de exames, qual letra estaria mais correta para estar de acordo com a incidência mundial de linfomas?

A
Positividade para CD45 e todos os outros em igual quantidade.
B
Positividade para CD45 e para CD20 maior que nos outros.
C
Positividade para CD45 e para CD2 maior que nos outros.
D
Positividade para CD45 e para CD33 maior que nos outros.
E
Positividade para CD45 e para CD4 maior que nos outros.
A experiência clínica demonstra que o fármaco ideal para o tratamento hipotensor da eclâmpsia deveria: reduzir a pressão arterial, principalmente a diastólica; atuar predominantemente sobre o fator humoral, responsável pela hipertensão; amenizar a resistência circulatória geral; melhorar o fluxo sanguíneo em cérebro, rins e sistema útero placentário; elevar o débito cardíaco e diminuir a excitabilidade neuropsíquica. Quais as drogas hipotensoras que mais se aproximam desses efeitos?
Paciente do sexo masculino, 45 anos, com história de cólicas nefréticas de repetição há pelo menos 10 anos. Vem à consulta com os seguintes exames: creatinina plasmática- 0,9 mg/dl, cálcio sérico- 9,0 mg/dl e urina de 24 horas com volume de 1800 ml, cálcio urinário- 380 mg/dia (valor de referência- até 300 mg/dia) e citratúria de 589 mg/dia (valor de referência- acima de 320 mg/dia). Todas as medidas abaixo podem ser utilizadas no tratamento, EXCETO:
Qual(is) afirmação(ões) abaixo está(ão) CORRETA(S)? I. A recuperação de uma isquemia de pequenos vasos frequentemente começa horas ou dias após o início, mas na maioria dos casos há incapacidade grave e permanente. II. A complicação de uma gravidez ou o período pós-parto ou septicemia favorecem o aparecimento da doença de Moyamoya. III. Manifestações clínicas motoras e sensoriais ocorrem por infarto na parte ventro-lateral do tálamo. IV. Hemiparesia motora pura ocorre por infarto no braço posterior da cápsula interna ou basis pontis, e quase sempre estão envolvidos a face, o braço e a perna. V. Trombose das artérias penetrantes causam lacunas, sendo os principais fatores de risco a hipertensão arterial e a idade.
Homem, 67 anos, com histórico de fraqueza muscular progressiva por 10 anos. Ao exame físico apresentava fraqueza muscular proximal e também nas mãos e pés. CPK (creatinofosfoquinase) era duas vezes o valor normal. Eletroneuromiografia evidencia miosite ativa com achados de neuropatia sobreposta. Sem história familiar. Dos diagnósticos a seguir, qual é o mais adequado?
Compartilhar