Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hematologia

Um Patologista estava fazendo um estudo de revisão de 145 casos de linfomas não-Hodgkin nodais e extra-nodais. Utilizou a técnica de imunofenotipagem. Tinha cinco frascos de anticorpos monoclonais que marcavam células específicas (entre parênteses): anti-CD45 (todos os linfócitos); anti-CD-20 (expressos em células B); anti-CD2 (todas as células T tímicas e periféricas e em células natural killer); anti-CD33 (todos os progenitores mieloides e nos monócitos); anti-CD4 (células T auxiliares periféricas). Na bateria de exames, qual letra estaria mais correta para estar de acordo com a incidência mundial de linfomas?

A
Positividade para CD45 e todos os outros em igual quantidade.
B
Positividade para CD45 e para CD20 maior que nos outros.
C
Positividade para CD45 e para CD2 maior que nos outros.
D
Positividade para CD45 e para CD33 maior que nos outros.
E
Positividade para CD45 e para CD4 maior que nos outros.
Criança do sexo masculino com 28 dias de vida é internada com febre, irritabilidade e eritema generalizado há aproximadamente 24 horas. A mãe informa que o eritema teve início ao redor dos lábios e narinas. Após 24 horas de internação, a pele começa a se desprender, com formação de bolhas flácidas, e grandes áreas erosadas começam a ser observadas, principalmente nas dobras axilares, cervicais e inguinais. O diagnóstico provável é:
Uma senhora de 76 anos tem diagnóstico de tumor maligno de sigmoide. Relata que há dois anos foi submetida a cirurgia de prótese de quadril e no pós-operatório evoluiu com confusão mental e alucinações. Diz que após a cirurgia nunca mais foi a mesma pessoa, tornando-se mais esquecida e tendo muita dificuldade para se concentrar. A respeito do delírio e disfunção cognitiva pós-operatória, é correto afirmar:
Um homem de 52 anos de idade recorreu ao pronto-socorro de um hospital geral, queixando-se de intensa dor epigástrica com irradiação para região dorsal e vômitos que tiveram início cerca de 10 horas após o almoço. A avaliação clínica mostrou frequência cardíaca de 112 bpm, pressão arterial de 110 mmHg x 75 mmHg. Os exames cardiovasculares e respiratórios não apresentam alterações. O exame do abdome mostrou ruídos hidroaéreos normais, moderada dor na região epigástrica, ausência de hepatoesplenomegalia, ausência dos sinais de Cullen de Blumberg de Jobert de Giordano e de Torres Homem. A avaliação laboratorial mostrou 16.500 leucocitos/mm³, hematócrito de 48% no hemograma, amilase sérica - 1.520 unidades por litro (U/L) - valores de referência: 20-125 U/L - lipase sérica = 2.800 U/L (valores de referência: 20-125 U/L), transaminase pirúvica = 180 U/L (valores de referência: 10-40 U/L), cálcio sérico, albumina, trigliceridios, eletrólitos, ureia e creatinina dentro da normalidade. O eletrocardiograma convencional mostrou apenas taquicardia sinusal. A principal hipótese diagnóstica do paciente descrito no texto é o(a):
Empiema, derrame pleural parenquimatoso, pneumatoceles e insuficiência respiratória são complicações frequentes em qual quadro de pneumonia?
Compartilhar