Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Um quadro convulsivo é, em princípio prope­dêutico:

A
uma síndrome
B
um sinal
C
um sintoma
D
uma doença
E
uma reação
Um recém-nascido de parto normal, com 3.720 g de peso de nascimento, Apgar de 9, 10 e 10, no primeiro, quinto e décimo minutos, apresenta no exame físico inicial hemorragia subconjuntival e os pais estão preocupados. O médico solicita um exame de fundo de olho que revela pequena hemorragia de retina unilateral. Orientação para os pais:
Paciente com 67 anos, sexo feminino, procura assistência médica devido a dor e rigidez na musculatura da cintura escapular e pélvica de início há 30 dias, após o falecimento do marido. Nega sintomas relacionados ao aparelho cardíaco, pulmonar, urinário e gastrointestinal. Exames laboratoriais com discreta anemia normocítica normocrômica, VHS 98 mm, proteína C reativa ultrassensível 45,1 mg/L. Qual o provável diagnóstico dessa paciente?
Um recém-nascido apresenta nos primeiros dias de vida um quadro clínico de vômitos repetidos não biliosos. Ao exame físico, palpa-se uma oliva no abdome superior direito. O diagnóstico provável é:
Em relação à parada cardiorrespiratória (PCR) na criança, avalie as seguintes assertivas: I - Considerando-se a etiologia, a maioria tem como fator principal a hipoxemia. II - Ao contrário do adulto, a maioria tem a assistolia como alteração de ritmo. III - As sequelas pós-ressuscitação cardiorrespiratória podem estar relacionadas tanto ao tempo da PCR, como também à manutenção do débito cardíaco nas horas seguintes à ressuscitação. Quais estão corretas?
Compartilhar