Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Um recém-nascido a termo vigoroso, adequado para a idade gestacional e nascido de parto vaginal eutócico, apresentou icterícia até a raiz das coxas 24 horas após o nascimento. Revendo-se a história clínica desse paciente, observou-se que a tipagem sanguínea e o fator Rh da mãe era O positivo e a do bebê A positivo. O exame de Coombs direto no neonato foi negativo e o exame clínico mostrou apenas icterícia 2+/4 da cabeça até a raiz dos braços e das coxas. Acerca dessa situação clínica, assinale a opção incorreta.

A
A icterícia, quanto ao tempo de aparecimento, deve ser classificada como precoce porque surgiu nas primeiras 24 horas de vida pós-natal.
B
O diagnóstico de certeza da causa de icterícia é doença hemolítica perinatal ABO.
C
Quanto à zona dérmica de progressão craniocaudal da icterícia, é correto considerar como zona III de Kramer.
D
O nível de bilirrubinemia é esperado em torno de 12 mg/dl.
E
Como medida terapêutica inicial, está indicada a fototerapia intensiva.
Com referencia as manobras de ressuscitação cardiorrespiratória em lactentes e crianças, considere as afirmativas a seguir: I- Relação compressão-ventilação de 30:2 com 1 socorrista e 15:2 com 2 socorristas; II- Avaliar o pulso no lactente na carótida e na femoral; III – Na PCR do lactente, como o principal ritmo de PCR é a fibrilação deve-se solicitar o DEA imediatamente.
Para o diagnóstico, na suspeita de cálculo ureteral, o melhor exame é:
Qual a conduta inicial diante de um quadro de parafimose?
É exemplo de cardiopatia congênita acianótica:
Compartilhar