Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Um recém-nascido a termo vigoroso, adequado para a idade gestacional e nascido de parto vaginal eutócico, apresentou icterícia até a raiz das coxas 24 horas após o nascimento. Revendo-se a história clínica desse paciente, observou-se que a tipagem sanguínea e o fator Rh da mãe era O positivo e a do bebê A positivo. O exame de Coombs direto no neonato foi negativo e o exame clínico mostrou apenas icterícia 2+/4 da cabeça até a raiz dos braços e das coxas. Acerca dessa situação clínica, assinale a opção incorreta.

A
A icterícia, quanto ao tempo de aparecimento, deve ser classificada como precoce porque surgiu nas primeiras 24 horas de vida pós-natal.
B
O diagnóstico de certeza da causa de icterícia é doença hemolítica perinatal ABO.
C
Quanto à zona dérmica de progressão craniocaudal da icterícia, é correto considerar como zona III de Kramer.
D
O nível de bilirrubinemia é esperado em torno de 12 mg/dl.
E
Como medida terapêutica inicial, está indicada a fototerapia intensiva.
São classificadas, pela OMS, como muito baixo peso ao nascer as crianças que nascem com peso inferior a:
As anemias são classificadas pela sua causa e pelo tamanho da célula vermelha. Sobre esse assunto, responda o correto.
Paciente feminina, 18 anos, é levada à consulta por apresentar, há mais ou menos seis semanas, dor nos joelhos e tornozelos, edema em ambas as mãos e febre intermitente com perda de peso. Exceto pelo edema nas mãos, o exame físico é normal. Três anos antes dessa consulta, apresentou trombocitopenia, tendo sido feito, à época, o diagnóstico de púrpura trombocitopênica idiopática. Depois de ter recebido esse diagnóstico, num verão, desenvolveu lesões na pele, após exposição solar e, em outra ocasião, apresentou feridas na boca. Atualmente, tem hematócrito de 25% com teste de Coombs positivo e exame de urina com múltiplas hemácias. De posse desses dados, conclui-se que o diagnóstico mais provável é:
São medidas para o tratamento da hipercalemia, EXCETO:
Compartilhar