Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Cardiopediatria

Um recém-nascido é transferido de outro hospital e transportado pelo SAMU. Quando solicitado o leito, o médico relatou se tratar de um recém-nascido a termo, nascido após cesárea marcada a pedido da gestante. O líquido amniótico foi claro. O Apgar foi 6 e 8. Recebeu oxigênio inalatório devido à cianose. Como persistiu com cianose, com hipótese de cardiopatia congênita, o oxigênio foi suspenso. Após transporte, que demorou em torno de três horas, o recém-nascido chegou a este serviço com 7 horas de vida, em más condições, cianose generalizada, saturação de oxigênio variando de 55 a 60% e má perfusão. Um médico socorrista relata que foi mantido sem oxigênio no transporte. Imediatamente foi intubado, colocado em ventilação mecânica com FiO2 = 100%; houve melhora progressiva com saturação chegando a 92%. Pelo exame físico, a idade gestacional foi de 36 semanas. RX de tórax evidenciou pulmões hiperinsuflados, com infiltrado difuso bilateral e área cardíaca um pouco aumentada. Diante deste relato, pode-se afirmar:

A
A presença de sopro cardíaco na sala de parto poderia justificar a hipótese de cardiopatia e contraindicar a oxigenioterapia.
B
Em recém-nascido a termo ou limítrofe de pré-termo para termo, a presença de líquido nos pulmões pode explicar a evolução observada.
C
Antes da realização de ecocardiograma, com hipótese de cardiopatia congênita cianosante, o oxigênio é contraindicado por estimular o fechamento do canal arterial.
D
A cesárea realizada sem trabalho de parto prévio pode levar o recém-nascido a não se adaptar ao ambiente extrauterino, mantendo a circulação fetal e justificando a contraindicação do oxigênio inalatório.
E
Para o adequado manejo deste recém-nascido, a recomendação é de se dispor de maior número de leitos de UTI neonatais, pois o transporte de recém-nascidos é crítico e as três horas de duração, neste caso, justificam as más condições do recém-nascido na chegada.
Paciente de 79 anos, sexo masculino, foi internado por pneumonia comunitária em uma enfermaria de hospital secundário. Com base nos dados obtidos na admissão, foi considerado como de risco moderado para embolia pulmonar, sendo anticoagulado com enoxaparina 60 mg SC 12/12h e solicitada TC helicoidal de tórax, que foi realizada no dia seguinte. Após saber que o resultado deste último exame foi normal, qual dos itens abaixo representa a conduta mais adequada?
Sobre as doenças da medula adrenal todas são verdadeiras, EXCETO:
Uma criança de 15 meses é levada à clínica por causa de falta de ar, intolerância aos exercícios, cianose e com choro. Além disso, a história revela que ela frequentemente se agacha durante estes episódios. No exame, um sopro sistólico áspero é verificado, mais audível ao longo da borda esternal esquerda. A radiografia de tórax revela um coração em bota, com um arco aórtico à direita. O problema cardíaco congênito mais provável é:
Com respeito à síndrome metabólica, pode-se afirmar que:
Compartilhar