Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Neurologia

Um senhor de 53 anos chega ao PS relatando ter acordado às 3h da madrugada devido a uma cefaleia súbita, de forte intensidade, acompanhada de 2 episódios de vômitos. Nega episódios semelhantes previamente. Tem antecedente de hipertensão e faz uso regular de captopril. Após analgesia EV refere estar melhor. Qual a conduta que se deve tomar?

A
Liberar com prescrição de antiinflamatório e seguimento ambulatorial.
B
Realizar TC de crânio e dar alta se o exame estive normal.
C
Proceder à coleta de LCR para destacar hemorragia subaracnoidea caso a TC esteja normal.
D
Solicitar angiografia cerebral se o LCR estiver sem alterações.
E
Iniciar tratamento empírico para meningite por Listeria monocytogenes.
Sabendo que grande parte das afecções neonatais possam ser decorrentes de eventos hipóxicos, é correto afirmar que:
M.S.T., masculino, 8 meses, nascido a termo, parto vaginal com fórceps, Apgar 5/9 e peso de 3200 g. Recebeu aleitamento materno até 3 meses de idade, quando foi introduzido leite de vaca integral diluído ao meio e dieta complementar. Na consulta de rotina na UBS, observado baixo ganho de peso, palidez, esplenomegalia discreta e atraso do desenvolvimento neuropsicomotor. Não há referências de doenças familiares. A hipótese diagnóstica e conduta mais corretas neste caso seriam:
Recém-nascido de 8 dias de vida encontra-se na unidade de terapia intensiva com suspeita de cardiopatia congênita. Ao exame físico: mal estado geral, taquidispneico, perfusão capilar lentificada, pele fria e cianose importante. Saturação de 50%. Ausculta cardíaca: ritmo cardíaco regular em 2 tempos com sopro sistólico ++ em 6+, audível na borda esternal esquerda baixa. Pulsos filiformes e presentes nas quatro extremidades. A principal hipótese é:
A causa mais comum de hemorragia gastrointestinal aguda baixa em pacientes menores de 30 anos é:
Compartilhar