Questões na prática

Clínica Médica

Preventiva

Pneumologia

Uma das associações mais claras em epidemiologia é a relação causal entre tabagismo e câncer de pulmão - o risco relativo de desenvolvimento de câncer de pulmão em um tabagista é de 20 vezes maior. A estimativa de incidência para o ano de 2008 de neoplasias de traqueia, brônquios e pulmão, no Brasil, é de 17.810 homens, a uma taxa bruta de 18,86 a cada 100.000, e 9460 mulheres, a uma taxa bruta de 9,72/100.000. É a segunda neoplasia mais comum em homens e a quarta em mulheres. Com base nesses dados, pode-se afirmar que:

A
de cada 100 pessoas que fumam, 20 desenvolverão câncer de pulmão
B
os dados referem-se ao número total de pessoas com câncer de pulmão no ano de 2008, no país, e a medida do coeficiente avalia o risco de adoecer de câncer, por sexo
C
esses dados justificam o controle do tabagismo como uma política pública, por seu impacto na morbidade, na mortalidade e no custo da assistência
D
de cada 100 pessoas que fumam, 50 desenvolverão câncer de pulmão
E
esses dados não suficientes para justificar o controle do tabagismo como uma política pública
Paciente de 66 anos se apresenta com rouquidão e dor cervical. O diagnóstico de câncer de laringe é presumido. Uma vez confirmado o diagnóstico, a partir do conhecimento dessa neoplasia, pode-se afirmar que:
"Pacientes idosos normalmente são acometidos por mais de uma doença simultaneamente e, devido a isso, tomam vários medicamentos de forma contínua e concomitante”. Os critérios de Beers-Fick definem fármacos potencialmente inapropriados a adultos com 65 ou mais anos de idade. Os fármacos abaixo são inapropriados aos idosos, exceto:
O sinal da dupla bolha em Raio X simples de abdome de recém-nascido com clínica de oclusão intestinal alta sugere:
A.M.B., 6 anos, foi internado na emergência pediátrica por estado de mal asmático. Qual, entre os dados abaixo, é o mais importante preditor de desenvolvimento de estafa respiratória e de necessidade de ventilação mecânica?
Compartilhar