Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

Uma hepatologista experiente lhe comunicou que seu filho está com insuficiência hepática aguda fulminante (não relacionada ao uso de acetaminofen). Isso quer dizer que seu filho tem:

A
Encefalopatia grau III ou IV.
B
Uma doença hepática muito grave, podendo até requerer transplante e ter ou não icterícia nos estágios mais avançados da doença.
C
Coagulopatia obrigatoriamente (INR > 1,5), mesmo que não haja sangramento evidente.
D
Necrose hepática e infecção bacteriana no parênquima hepático.
E
Indicação formal de transplante hepático, independentemente dos exames laboratoriais.
A linha pectínea ou denteada é uma marca embriológica que corresponde à junção:
Paciente masculino, 32 anos, vítima de atropelamento há 48 horas, desenvolve dor abdominal localizada em hipocôndrio direito, palidez, icterícia, hematêmese e melena. Qual a conduta que melhor atende a situação clínica atual do paciente?
Uma mulher de 30 anos vai ao consultório médico relatando que a avó de 68 anos morreu devido a câncer de ovário. Temendo adquirir a doença, ela solicita informações sobre os fatores de risco e prevenção para o carcinoma de ovário. Assinale a alternativa que apresenta um fator que pode diminuir o risco para esse câncer.
Paciente de 21 anos, casada há 2 anos, portadora da síndrome do ovário policístico, vem à consulta ginecológica para avaliação, pois deseja engravidar. Apresenta ciclos menstruais irregulares, acne e hirsutismo. Considerando que entre 50 e 80% dessas pacientes têm resistência insulínica e hiperinsulinemia, assinale a alternativa que NÃO corresponde aos achados clínicos que sugerem resistência à insulina e hiperinsulinemia.
Compartilhar