Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Psiquiatria

Uma idosa é admitida em função de desidratação decorrente de sua recusa em aceitar alimentação e líquidos, associada a úlcera de pressão por imobilidade no leito. O quadro evolui a cerca de 3 semanas, com relato do cuidador de retraimento social importante, mantendo-se a paciente permanentemente de olhos fechados e sem qualquer interação com o meio. Seus sinais vitais, após reposição volêmica inicial, estão normais, seu ritmo cardíaco mantêm-se regular em 2 tempos, o murmúrio vesicular é universalmente audível, sem adventícios pulmonares, nada digno de nota sendo detectado ao exame do abdome. Indique, dentre as citadas, a hipótese diagnóstica mais provável.

A
Estado confusional.
B
Estado pós-comicial.
C
Hematoma sub-dural crônico.
D
Catatonia.
E
Parkinsonismo.
Assinale a afirmação CORRETA em relação ao tumor de Pancoast:
Paciente do sexo masculino, 55 anos, tabagista, com massa em região cervical. Ao exame físico, presença de tumoração cervical de 4 cm de diâmetro, firme, de mobilidade reduzida em cadeia jugulo-digástrica esquerda. Qual o próximo passo na elucidação diagnóstica?
Pré-escolar de 4 anos, chega ao atendimento com história de crise convulsiva de início há 15 minutos, sem febre, clônica generalizada. Após rápida avaliação inicial e estabilização das vias aéreas, conseguido acesso venoso periférico onde é realizado diazepam endovenoso, sem diluir, na dose de 0,5 mg/kg. Após 10 minutos observa-se que o paciente persiste em crise. Qual a medicação MAIS CORRETA a ser ofertada neste momento?
Qual das seguintes medicações é CONTRAINDICADA de forma absoluta para a mãe que está amamentando seu filho ao seio?
Compartilhar