Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Psiquiatria

Uma idosa é admitida em função de desidratação decorrente de sua recusa em aceitar alimentação e líquidos, associada a úlcera de pressão por imobilidade no leito. O quadro evolui a cerca de 3 semanas, com relato do cuidador de retraimento social importante, mantendo-se a paciente permanentemente de olhos fechados e sem qualquer interação com o meio. Seus sinais vitais, após reposição volêmica inicial, estão normais, seu ritmo cardíaco mantêm-se regular em 2 tempos, o murmúrio vesicular é universalmente audível, sem adventícios pulmonares, nada digno de nota sendo detectado ao exame do abdome. Indique, dentre as citadas, a hipótese diagnóstica mais provável.

A
Estado confusional.
B
Estado pós-comicial.
C
Hematoma sub-dural crônico.
D
Catatonia.
E
Parkinsonismo.
Você é chamado para atender na sala de parto a um recém-nascido a termo, cuja mãe foi submetida à cesárea de emergência após diagnóstico de desproporção céfalo-pélvica. O recém-nascido nasceu hipotônico, cianótico, em apneia e com frequência cardíaca de 40 bpm, e necessitou de intubação traqueal, massagem cardíaca e 1 dose de adrenalina endovenosa para recuperar-se na sala de reanimação. Recebeu escore de Apgar de 1, 3 e 5, respectivamente no 1º, 5º e 10º minutos. Sobre o manejo terapêutico adequado desse recém-nascido na unidade de terapia intensiva neonatal, é correto afirmar:
Sobre isquemia e hemorragia cerebral, considere as seguintes afirmativas: 1. Não há achados clínicos específicos para distinção entre AVE hemorrágico ou isquêmico, no entanto sinais transitórios sugerem isquemia. 2. A zona de penumbra é a responsável, nos casos isquêmicos, pela melhora dos déficits. 3. A isquemia, diferente da hemorragia cerebral, é acompanhada de zona de penumbra. 4. Os déficits transitórios não apresentam alteração na neuroimagem se menores que 3 horas. Assinale a alternativa correta.
A polirradiculoneuropatia inflamatória desmielinizante aguda apresenta-se geralmente de forma simétrica. O seu diagnóstico pode ser corroborado com os seguintes achados nos exames complementares:
Uma paciente feminina de 72 anos de idade apresenta quadro súbito de fraqueza da mão direita e hemiface direita, disfasia e hemianopsia homônima direita. Nesse caso, houve oclusão da artéria:
Compartilhar