Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Uma jovem é encontrada na sua casa desacordada e é levada para um Pronto Atendimento. Ao exame, apresenta-se com febre (T axilar 38,5°C), confusa, desorientada, com pupilas isocóricas e fotorreagentes, sem rigidez de nuca, e com hemiparesia desproporcional direita. Foi realizado um exame de tomografia computadorizada de crânio que observou lesão hiperdensa em região do lobo temporal esquerdo sem desvio da linha média. Foi realizada uma punção liquórica que evidenciou os seguintes achados em líquido cefalorraquidiano (LCR): celularidade 120 leucócitos, 80% linfócitos, 0 hemácias, 20% neutrófilos, proteína de 50 mg/dl, glicose 88 mg/dl, Pandy negativo, bacterioscopia negativa. Frente a estes achados a conduta CORRETA é:

A
Iniciar ceftriaxona + ampicilina e aguardar as culturas do LCR.
B
Solicitar cultura para micobactérias no LCR e iniciar esquema I para tuberculose.
C
Solicitar PCR para Herpes simples tipo I no LCR e iniciar aciclovir.
D
Solicitar reação sorológica para enterovírus e prescrever dexametasona.
E
Solicitar reação imunológica para pneumococo no LCR e prescrever ampicilina.
No tratamento de fraturas transtrocanterianas do fêmur, cominutas e decorrentes de traumas de grande energia, além das radiografias nas incidências frente e perfil, deverá(ão) ser realizada(s):
Assinale a alternativa mais adequada em relação ao Aneurisma de Aorta Abdominal (AAA):
Qual dentre os sinais abaixo NÃO é considerado alerta para paralisia cerebral no primeiro semestre de vida:
Homem, 68a, com lesão enegrecida na extremidade do 2º artelho, após trauma ao cortar a unha. Exame físico: ausência de pulso poplíteo, hipotrofia de fâneros e da musculatura desse membro. A melhor hipótese diagnóstica é:
Compartilhar