Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Uma menina de 10 meses de idade apresenta pobre ganho ponderal, tosse persistente e uma história de pneumonias de repetição (três eventos nos últimos quatro meses). Sua mãe relata que as fezes da menina são muito grandes e com odor muito fétido. Considerando a melhor hipótese diagnóstica, o procedimento propedêutico mais apropriado é:

A
Tomografia computadorizada do tórax
B
Dosagem de imunoglobulinas séricas
C
Teste de intradermoreação com PPD
D
Raios-X de tórax em inspiração e expiração
E
Dosagem de sódio e cloro no suor
Criança de 5 anos de idade é atendida com quadro agudo de vômitos, cefaleia e febre. Ao exame, está sonolento e com rigidez de nuca. O exame do líquor: 600 células, sendo 90% de neutrófilos, proteínas de 80, glicose de 25mg%, bacterioscopia negativa. O diagnóstico mais provável é:
A principal causa etiológica do adenocarcinoma do esôfago distal e da cárdia relaciona-se com:
Das alternativas abaixo, qual o local mais comum de acometimento de metástase dos tumores colorretais:
Homem de 55 anos, tabagista de 40 maços/ano, refere dispneia há 3 dias sem outros sintomas respiratórios. Exame físico: peso 140 kg, afebril, pouco dispneico, FR 26 mpm, PA 150/100 mmHg, FC = P 110 bpm, pico de fluxo 450 L/min, saturação periférica de O2 em ar ambiente 90%. Tórax: murmúrio vesicular diminuído globalmente com sibilos; 2 bulhas rítmicas e normofonéticas com sopro sistólico em foco tricúspide. Abdome globoso, fígado a 2,0 cm do rebordo costal. Edema de membros inferiores, maior à direita. Raio X de tórax normal, ECG ritmo sinusal. Assinale a sequência correta para a abordagem imediata.
Compartilhar