Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Uma mulher de 25 anos de idade procura o ambulatório do H.U. com história clínica de equimoses. A contagem plaquetária encontra-se abaixo de 15.000, com hemoglobina, hematócrito e contagem de leucócitos normais. O esfregaço de sangue periférico é inespecífico, exceto pela escassez de plaquetas. O diagnóstico mais provável é:

A
Leucemia aguda.
B
Púrpura pós-transfusional
C
Púrpura trombocitopênica imune.
D
Tromboastenia de Glauzmann.
E
Trombocitopenia congênita.
Em relação à asfixia perinatal, é CORRETO afirmar:
Paciente de 40 anos de idade dá entrada no pronto-socorro com dor lombar direita, iniciada há 24 horas, de forte intensidade, acompanhada de náuseas e vômitos. Ao exame físico, ela apresenta sinal de Giordano positivo. A temperatura está normal. Exames laboratoriais revelam sumário de urina com hematúria microscópica e leucograma normal (8.000/mm³). Além disso, tomografia revela cálculo ureteral de 8 mm no ureter terminal, associado com dilatação ureteral e piélica de leve para moderada. A conduta inicial mais adequada é:
Indique o par craniano responsável pela inervação da elevação da pálpebra:
Menino de 6 anos chega à emergência com quadro de claudicação importante, dor à mobilização da perna direita que surgiu após uma partida de futebol na escola. No momento não há outros sintomas constitucionais. No entanto, há 1 semana atrás, esteve gripado com febre, tosse e rinorreia clara. Você resolve colher um hemograma, VHS e um US de quadril. Todos apresentam resultados normais. De acordo com a história e os dados laboratoriais, trata-se de:
Compartilhar