Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Uma mulher de 32 anos de idade, com SIDA e se apresenta com antecedente de três semanas de dispneia ao esforço progressiva. A paciente é indigente e não está tomando medicamentos. Observa-se taquipneia com frequência respiratória de 42/min e saturação inicial de oxigênio de 84% em ar ambiente. Radiografia de tórax mostra infiltrados reticulonodulares bilaterais. Há forte suspeita de infecção por Pneumocytis carinii (P. jiroveci). Inicia-se terapia com clindamicina e primaquina, já que a paciente apresentou previamente reação alérgica e sulfas. Vinte e quatro horas depois a paciente desenvolve insuficiência respiratória hipoxêmica, é intubada e colocada em ventilação mecânica. Qual das seguintes afirmações com respeito a sua atenção é verdadeira?

A
Sua piora clínica poderia ter sido prevenida pelo tratamento com trimetoprim-sulfametoxazol.
B
É provável que a piora de seu estado de oxigenação se relacione ao fato de não haver sido prescrito corticoide como parte da terapia inicial.
C
O nível elevado de desidrogenase láctica sérica teria confirmado o diagnóstico de pneumonia por Pneumocystis carinii (P. jiroveci).
D
Deve-se iniciar terapia antirretroviral altamente ativa para melhorar suas chances de sobrevida.
Qual é o tumor sólido mais frequente da infância?
A respeito do divertículo de Meckel, assinale a alternativa correta.
Com relação às afecções inguino-escrotais na infância, assinale a alternativa INCORRETA:
Você avalia um lactente de 3 meses de vida com hérnia umbilical, macroglossia e visceromegalia. Apresentou peso de nacimento de 4300g e hipoglicemia no período neonatal. Levando em consideração a síndrome apresentada por esse lactente, responda qual dos tumores abaixo é o mais provável que essa criança pode vir a ter?
Compartilhar