Questões na prática

Psiquiatria

Psiquiatria

Uma mulher de 66 anos, portadora de câncer de mama, com metástases ósseas, está em tratamento quimioterápico há seis meses. Para controle das dores, faz uso de antiinflamatórios não- esteroidais, codeína em doses moderadas e bisfosfonatos. Foi trazida para consulta pelos familiares porque há um mês apresenta-se sem interesse pelas tarefas do dia-a-dia, diz que está sem esperança, só pensa em morrer e quer interromper o tratamento oncológico. A conduta apropriada nesse caso é:

A
Concordar com os sentimentos da paciente, respeitar suas vontades, interromper a quimioterapia e aumentar a dose de analgésicos.
B
Discutir com a paciente seus sentimentos atuais, explicar a natureza de seus sintomas e propor medicação antidepressiva.
C
Evitar discutir os sintomas e os sentimentos da paciente e prescrever ansiolíticos.
D
Internar a paciente e hiberná-la com sedativos potentes.
E
Discutir a questão somente com a família e adotar as medidas que forem julgadas pertinentes.
Rogério,12 anos, foi vítima de atropelamento, tendo sofrido trauma torácico. Posteriormente, observou-se a “Tríade de Beck” (turgência jugular, queda da pressão arterial e abafamento de bulhas cardíacas), caracterizando um quadro de:
Homem de 21 anos relata história de dor abdominal em FID há 3 dias, acompanhado de vômitos e febre. Foi submetido a laparotomia exploradora com achado de abscesso localizado decorrente de apendicite aguda. Foi feito coleta de conteúdo purulento para cultura, apendicectomia e drenagem da goteira perieto-cólica direita com dreno túbulo-laminar. No terceiro pós-operatório, após realimentação oral do paciente, este apresentou distensão abdominal, acompanhada de dor em cólica e vômitos. Assinale abaixo a conduta mais adequada para este caso:
Em paciente jovem com história de sinusite, hemoptise e pneumonias de repetição, o diagnóstico mais provável é:
Seguindo as orientações da American Heart Association (Circulation 2005;112:IV-1-IV5), é correto afirmar:
Compartilhar