Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Uma paciente, 22 anos de idade, diarista, moradora de São Sebastião - região administrativa situada a 25 km da rodoviária do Plano Piloto, deu entrada no pronto socorro e refere febre há três dias, acompanhada de cefaleia, mal estar generalizado, dores musculares e prurido. Foi medicada com sintomáticos e teve alta. Retornou após dois dias com ressurgimento dos sintomas, além de vários episódios de vômitos. Ao exame, apresenta bom estado geral, desidratada +/4+, febril e exantema no tronco e MMII. Refere ter tido dengue em 2002, quando morava em Goiânia e apresentou os mesmos sintomas. O clínico suspeita de dengue e adota algumas medidas. Assinale a alternativa incorreta quanto à medida adotada pelo clínico.

A
Solicita hemograma completo e plaquetas.
B
Notifica a suspeita de dengue.
C
Solicita coleta de sangue para exame sorológico para dengue.
D
Após a medicação sintomática, interna a paciente no pronto socorro para observação, repouso, hidratação e acompanhamento.
E
Consideram-se como sinais de alerta: vômitos repetidos, dor abdominal intensa, tonturas, agitação ou sonolência, sangramentos.
A implantação do novo esquema de tratamento para Tuberculose (4 em 1) se caracteriza pela introdução:
Uma gestante com 38 5/7 semanas de gestação é submetida a cesárea de urgência após descolamento de placenta. Presença de hemoâmnio. Recém-nascido com Apgar de 3, 5, 8, no primeiro, quinto e décimo minutos de vida. Peso de 3.100 g. Intubado em sala de parto. Evoluiu com insuficiência respiratória e necessidade de parâmetros elevados de ventilação mecânica. Após análise do raio X de tórax e do ecocardiograma, o médico prescreve óxido nítrico. A hipótese diagnóstica que justifica a conduta é:
Considere três mulheres que se apresentam com as seguintes lesões em órgãos genitais externos: I. Exulcerações dolorosas, algumas com aspecto bolhoso ou vesicular coalescente. A base é hiperemiada. Presença de linfadenomegalia inguinal dolorosa. II. Lesão única ulcerada de bordas salientes e endurecidas. A base é avermelhada, não-purulenta e indolor. Presença de linfadenomegalia inguinal dolorosa. III. Lesões múltiplas exulceradas, dolorosas, com contornos elevados e base com exsudato purulento de odor fétido. Os agentes etiológicos mais prováveis dos casos I, II e III são, respectivamente:
Para o diagnóstico de anemia ferropriva em paciente com insuficiência renal crônica, os exames mais apropriados são:
Compartilhar