Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Uma paciente com 50 anos vem para resultado de mamografia de rastreamento, mas refere ter percebido um nódulo em seu autoexame de rotina há uma semana. Ela foi orientada a levar seu exame do ano anterior para comparação. Os laudos observados são: Exame atual: BIRADS II pela presença de calcificações de aspecto arredondado. Exame do ano anterior: BIRADS I. A melhor orientação após o exame clínico, no qual foi confirmada a presença de um nódulo palpável, é:

A
Orientá-la a procurar um mastologista devido à progressão da categoria I para II de BIRADS em apenas um ano.
B
Orientá-la a procurar um especialista, pois a categoria BIRADS II recomenda controle anual, mas fica insuficiente na presença de um nódulo palpável.
C
Tranquilizá-la, pois a categoria II refere-se a um achado benigno.
D
Tranquilizá-la, pois o nódulo apareceu há pouco tempo e pode ser observado.
E
Realizar apenas uma punção com agulha fina e encaminhar uma citologia do líquido aspirado.
Indique a melhor técnica para a realização de uma anastomose esofágica na atresia de esôfago com fístula traqueoesofágica distal:
Menina de 12 anos sofreu um acidente na localidade de Conservatória, onde foi atendida com ferimentos na face e em um dos tornozelos. Ela é trazida ao Pronto Atendimento do H.E.L.G.J., 4 horas após a queda, com curativos na face e enfaixamento no tornozelo. Os curativos estão sujos de sangue, mas já não há sangramento ativo. Na face há um ferimento de 2 cm no supercílio e outro irregular de 3 cm na região maleolar à esquerda. No tornozelo há exposição do periósteo da fíbula. Nenhum dos ferimentos apresenta contaminação evidente. Em relação ao procedimento mais adequado, é correto afirmar que:
Sobre a colangite (infecção bacteriana dos ductos biliares), é correto afirmar:
Sobre a retinopatia diabética podemos a firmar:
Compartilhar