Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Uma paciente de 36 anos com história de cefaleia frontotemporal bilateral, opressiva, quase diária, há mais de 10 anos, procura atendimento no PS por cefaleia com características distintas das crises habituais. Relata, atualmente, cefaleia holocraniana intensa, pulsátil, associada à náusea e vômito, de início súbito, há 12 horas, durante estresse emocional. Nega febre, distúrbio de consciência e quaisquer outros sintomas neurológicos. Ao exame neurológico, encontrava-se lúcida e orientada; à fundoscopia as papilas encontravam-se nítidas e com bordos regulares, porém não se visualizou pulsação venosa retiniana espontânea. Considerando-se esses dados, qual a conduta imediata mais apropriada para o caso?

A
Prescrição de benzodiazepínicos e encaminhamento ambulatorial.
B
Prescrição de benzodiazepínicos e antidepressivo tricíclico, e encaminhamento ambulatorial.
C
Punção liquórica.
D
Tomografia computadorizada do crânio.
E
Angiografia digital cerebral.
Assinale a opção incorreta no que se refere à hemoglobinúria paroxística noturna (HPN):
A.M.R.B., 22 anos, GIIPIA0, na 14ª semana de gestação realizou pesquisa de anticorpos pelo ELISA onde os resultados obtidos foram: IgM negativo e IgG positivo para rubéola; IgM negativo e IgG positivo para citomegalovírus; IgM positivo e IgG positivo para toxoplasmose. Sobre estes resultados é possível afirmar: I. Há imunidade materna para rubéola, toxoplasmose e citomegalovirose; II. Há risco de infecção fetal pelo citomegalovírus; III. Deve ser efetuado o teste de avidez da IgG para toxoplasmose e caso demonstre baixa avidez, orientar à gestante que trata-se de infecção pré-gestacional; IV. Há risco de infecção fetal pela rubéola. Quais são as corretas ?
Roberto, 40 anos, tem viagem planejada há um ano com sua família para Disneylândia no próximo mês. Embora assintomático, procura seu médico para se certificar de que está bem.Tabagista de 40 maços/ano. O exame físico é normal, mas a radiografia de tórax apresenta nódulo pulmonar, de margens circunscritas, medindo menos de 1 cm em seu maior diâmetro, calcificado, localizado em lobo superior direito. O mesmo exame, realizado há 6 meses em avaliação periódica no emprego, mostrava lesão com características idênticas. A citologia oncótica do escarro é negativa. A investigação de possível tuberculose em atividade:
Vinicius, 45 anos, é empresário e viajará para Manaus a trabalho por 6 meses. Queixa-se de rouquidão pela manhã e azia há 4 anos. Sua mãe contava que ele apresentava episódios de diarreia na infância, acompanhados de distensão abdominal, cólica e assaduras (dermatite) persistentes. Na época foram retirados de sua alimentação o leite e seus derivados, sendo permitido o uso de iogurte. Evoluiu sem sintomas até a adolescência quando abandonou a dieta. Ao exame físico está eutrófico. Foram prescritos alguns medicamentos sintomáticos e inibidor de bomba de próton (IBP), proposta a investigação diagnostica e a profilaxia de doenças do viajante Vinicius está assintomático após um mês de tratamento diário com IBP. A endoscopia digestiva mostra esôfago de Barret e a histopatologia afasta displasia. A esofagomanometria revela pressão normal do esfíncter esofagiano inferior e ausência de distúrbios motores. A esofagomanometria é exame:
Compartilhar