Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Uma paciente de 42 anos procura o ambulatório de cirurgia geral com uma USG demonstrando um nódulo cervical em topografia de pólo superior tireoidiano com 2,4 cm e com uma tomografia computadorizada de abdômen com um nódulo de 1 cm em suprarrenal direita. Queixa-se de diarreia nos últimos 6 meses, com tratamento para verminose completo há uma semana. Suas dosagens hormonais tireoidianas são normais, mas a dosagem de calcitonina encontra-se aumentada. As catecolaminas séricas e urinárias também estão dentro da normalidade e seu cortisol plasmático encontra-se dentro da faixa esperada. A natremia é de 140 e a calemia de 3,7. Face a este diagnóstico, tratamento cirúrgico indicado é:

A
Paratireoidectomia total com auto-transplante.
B
Tireoidectomia total com esvaziamento cervical mediano.
C
Supra-adrenalectomia direita por vídeolaparoscopia.
D
Pancreatectomia corpo-caudal com inventário exaustivo da cavidade.
Frente a um recém nascido pré-termo tardio (idade gestacional de 361/7 semanas), com peso ao nascer de 2.700 gramas, de parto cesárea, sem sofrimento antenatal, sem trabalho de parto prévio e que desenvolve desconforto respiratório logo após o nascimento, caracterizado por taquipneia, tiragem intercostal e diafragmática, qual é o diagnóstico mais provável?
Pais de um lactente de 2 meses procuram o serviço médico, afirmando que a criança apresenta quadro de vômitos repetidos pós-alimentares há 1 mês, negando febre ou outros sintomas. Ao exame físico, o lactente encontra-se hipoativo, com desidratação moderada e é possível perceber pequena tumoração à palpação abdominal do epigástrio. Diante desse quadro, a hipótese mais provável para o diagnóstico, o exame complementar mais adequado e o tratamento são, respectivamente:
Com respeito à asma, assinale a INCORRETA:
Com respeito a Acidentes de Submersão (Afogamento), qual a alternativa CORRETA?
Compartilhar