Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Uma paciente de 42 anos procura o ambulatório de cirurgia geral com uma USG demonstrando um nódulo cervical em topografia de pólo superior tireoidiano com 2,4 cm e com uma tomografia computadorizada de abdômen com um nódulo de 1 cm em suprarrenal direita. Queixa-se de diarreia nos últimos 6 meses, com tratamento para verminose completo há uma semana. Suas dosagens hormonais tireoidianas são normais, mas a dosagem de calcitonina encontra-se aumentada. As catecolaminas séricas e urinárias também estão dentro da normalidade e seu cortisol plasmático encontra-se dentro da faixa esperada. A natremia é de 140 e a calemia de 3,7. Face a este diagnóstico, tratamento cirúrgico indicado é:

A
Paratireoidectomia total com auto-transplante.
B
Tireoidectomia total com esvaziamento cervical mediano.
C
Supra-adrenalectomia direita por vídeolaparoscopia.
D
Pancreatectomia corpo-caudal com inventário exaustivo da cavidade.
Paciente em sétimo dia de pós-operatório de tireoidectomia total, retorna à consulta ambulatorial referindo alteração de voz. A avaliação fonoaudiológica identificou dificuldade de emissão dos sons agudos. Esta complicação cirúrgica é decorrente de:
Logo após a indução da anestesia geral para redução de fratura de fêmur, um paciente sob ventilação mecânica apresenta queda progressiva no valor da capnometria. Qual é a causa mais provável?
Paciente de 60 anos, hipertenso, faz uso de hidroclorotiazida (diurético) e metoprolol (betabloqueador). Está agendado para cirurgia de prostatectomia por adenocarcinoma. Qual é a conduta em relação àqueles medicamentos anti-hipertensivos na avaliação pré-anestésica?
Paciente de 65 anos de idade, com diagnóstico de adenocarcinoma de próstata Gleason 7 (3+4), PSA = 5 ng/mL (normal até 4,5 ng/mL), toque retal compatível com próstata aumentada e com pequeno nódulo endurecido no lobo direito. Tem discreta dificuldade de esvaziamento vesical, exames normais de cintilografia óssea e de tomografia computadorizada da pelve. Sem comorbidade importante. Qual é a conduta mais adequada?
Compartilhar