Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Uma paciente de 45 anos, IMC: 38 Kg/m2, tabagista, é submetida a colecistectomia por acesso laparotômico, eletivamente. No dia seguinte está com febre (38,5ºC), mal-estar, com hipoventilação na base do hemitórax direito. A causa mais provável é:

A
Pneumonia.
B
Atelectasia.
C
Embolia pulmonar.
D
Derrame pleural.
E
Nenhumas das respostas acima.
Muito frequentemente alguns pacientes são rotulados pela equipe de saúde como pacientes problemas. Dentro deste rótulo são englobados um amplo conjunto de problemas psicosociais e físicos que se manifestam como demandas por atenção. Estes casos geram intenso sofrimento aos pacientes e familiares, grande apreensão para os profissionais de saúde e gastos elevados para o sistema de saúde. Estes casos têm sido classificados como Transtornos Somatoformes. Na avaliação e conduta destes casos é INCORRETO afirmar:
Criança de 8 anos, soropositiva para HIV, apresenta tosse crônica, baqueteamento digital, gasometria mostrando hipoxemia e infiltrado intersticial na radiografia de tórax. Esta condição é mais compatível com:
Um paciente de dois anos chega ao consultório com relato de tosse e febre alta há 48 horas. Qual(ais) dos achados abaixo ele deve apresentar, para que se suspeite de pneumonia?
Paciente, 32 anos de idade, G1P0A0, com gestação de 31 semanas, vem ao pré-natal referindo que apresentou palpitações, pele quente, insônia, perda de peso, aumento da tireoide e exoftalmia. Traz exames com Ht: 34%, Hb: 11g%, TSH: 0,001, T4 livre: aumentado. Ultrassonografia obstétrica, IG: 31 semanas e 2 dias, ILA: 95 mm, placenta-grau 1, peso fetal de 1000 g, apresenta aumento das medidas da tireoide fetal. Vem em uso de propiltiouracil (PTU) 400 mg/dia. Em relação ao bócio fetal, deve-se:
Compartilhar