Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Uma paciente de 48 anos, hipertensa há 6 anos, apresenta dificuldade para controle dos níveis pressóricos, apesar de 15 mg de enalapril, 12,5 mg de hidroclortiazida e 5 mg de amlodipina. Ao exame clínico: IMC: 24; PA: 165x105 mmHg; coração: 4ª bulha, ausência de sopros abdominais; presença de pulsos radiais e pediosos normais e simétricos, sem edemas. Os exames laboratoriais mostram: Hb 14g/dl; Htc: 42%, glicemia de jejum 92mg/dd, ureia: 52mg/dl, creatinina: 0,9mg/dl; Na: 138mEq; K:3,4mEq. Seu ECG mostra sobrecarga ventricular esquerda com alterações difusas da repolarização ventricular. Na sequência de avaliação, qual exame seria mais útil?

A
Clearence de creatinina.
B
Microalbuminúria de 12 horas.
C
Tomografia computadorizada de abdômen.
D
Ultrassom de rins e vias urinárias.
E
Ecocardiograma.
As infecções mais frequentes em crianças com Síndrome Nefrótico Primária, por lesões glomerulares mínimas, são: I. Peritonites. II. Celulites. III. Pneumonias. IV. Miocardites. Assinale a alternativa correta.
Mulher de 45 anos, candidata à cirurgia estética, procura seu consultório para avaliação clínica pré-operatória. Traz consigo coagulograma, que não revela alteração, exceto por tempo de sangramento prolongado, com contagem normal de plaquetas. As seguintes condições devem ser consideradas, EXCETO:
Os procedimentos transluminais percutâneos estão cada vez mais populares entre pacientes e médicos para tratamento da doença isquêmica do miocárdio. Entretanto, as cirurgias abertas de revascularização têm resultados superiores aos procedimentos percutâneos em lesões obstrutivas de:
Homem de 40 anos com queixa de pirose traz uma endoscopia que revelou esôfago de Barrett longo. O exame histopatológico confirma esôfago de Barrett sem displasia. A melhor conduta a seguir é:
Compartilhar