Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Psiquiatria

Uma paciente de 78 anos foi internada devido a uma pneumonia comunitária de evolução há 5 dias. Apresentava-se taquidispneica (FR de 26 irpm); acianótica; desidratada ++/4+; febril (Tax. de 37,9°C). Ausculta respiratória MV ? em base de HTE, com presença de EC, associado a ? do FTV e percussão submaciça, desse local. PA = 100 x 60 mmHg, FC = 110 bpm. Não apresentava alterações nos demais aparelhos. É uma paciente tabagista de longa data. Após 72 horas de sua internação, evoluiu com quadro de delirium, apresentando-se com períodos de muita agitação. Podemos afirmar, com relação ao delirium, que:

A
A idade e a desidratação foram os fatores predisponentes para evolução da doença.
B
Devido à agitação que a paciente apresentava, deveria ter sido realizada uma sedação leve com benzodiazepínicos para deixá-la mais confortável.
C
A idade foi um fator causal para o desenvolvimento da doença.
D
A pneumonia foi um fator causal, e a desidratação um fator predisponente, que juntos agravaram o estado da paciente, e o uso de benzodiazepínico deveria ter sido feito apenas para agitação psicomotora muito intensa.
E
A pneumonia e a desidratação foram os prováveis agentes causais do delirium e o uso de haloperidol deveria ter sido feito apenas para agitação psicomotora muita intensa.
Enquanto na maior parte dos adultos as cardiopatias têm origem isquêmica, em crianças as desordens cardíacas são em sua maioria de origem congênita. É considerada a cardiopatia congênita mais frequente na infância:
Mulher, 64 anos, procura atendimento médico devido à queixa de visão dupla há 2 dias. NÃO é causa de diplopia biocular:
Lactente de 18 meses de idade, sexo masculino, é trazido à consulta de puericultura, pois sua mãe está preocupada com o desenvolvimento da fala de seu ?lho. Refere que foi uma criança a termo, sem intercorrências durante o parto, sorriso social ao 3º mês de vida, sentou com apoio ao 6º mês de vida, ?cou em pé com apoio aos 12 meses, porém apresenta di?culdade em falar palavras, as quais não são entendidas pelos adultos. Refere que, quando quer alguma coisa, a criança aponta para o objeto e se não consegue o que quer, ?ca nervosa e começa a chorar. Diante do quadro, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, a conduta que deverá ser adotada pelo pediatra.
Mãe refere que menor de 8 anos apresenta queixa de massa cervical em linha média que modifica ao colocar a língua para fora e que piora ao apresentar infecção de vias aéreas superiores. Nesse caso, qual o provável diagnóstico?
Compartilhar