Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Psiquiatria

Psiquiatria

Uma paciente de 78 anos foi internada devido a uma pneumonia comunitária de evolução há 5 dias. Apresentava-se taquidispneica (FR de 26 irpm); acianótica; desidratada ++/4+; febril (Tax. de 37,9°C). Ausculta respiratória MV ? em base de HTE, com presença de EC, associado a ? do FTV e percussão submaciça, desse local. PA = 100 x 60 mmHg, FC = 110 bpm. Não apresentava alterações nos demais aparelhos. É uma paciente tabagista de longa data. Após 72 horas de sua internação, evoluiu com quadro de delirium, apresentando-se com períodos de muita agitação. Podemos afirmar, com relação ao delirium, que:

A
A idade e a desidratação foram os fatores predisponentes para evolução da doença.
B
Devido à agitação que a paciente apresentava, deveria ter sido realizada uma sedação leve com benzodiazepínicos para deixá-la mais confortável.
C
A idade foi um fator causal para o desenvolvimento da doença.
D
A pneumonia foi um fator causal, e a desidratação um fator predisponente, que juntos agravaram o estado da paciente, e o uso de benzodiazepínico deveria ter sido feito apenas para agitação psicomotora muito intensa.
E
A pneumonia e a desidratação foram os prováveis agentes causais do delirium e o uso de haloperidol deveria ter sido feito apenas para agitação psicomotora muita intensa.
Mulher de 68 anos de idade chega ao pronto socorro com dor insuportável em olho direito e náuseas. Refere que a dor teve início de forma súbita há 3 horas, sendo acompanhada por baixa de acuidade visual e olho vermelho. Nega doenças oculares prévias, além da hipermetropia. Refere ser diabética e hipertensa com controle irregular, e que iniciou recentemente tratamento para depressão com nortriptilina. À inspeção, observa-se o quadro a seguir. Qual alternativa apresenta uma característica clínica e um fator de risco associados à principal hipótese diagnóstica para o caso?
Lactente de 4 meses vai ao Posto de Saúde para aplicar as vacinas de rotina. A mãe informa à técnica que não formou a cicatriz da BCG. A conduta a ser seguida é:
Fábio, 3 anos de idade, retorna ao ambulatório de pediatria com o resultado de um hemograma em que foram salientados os seguintes itens: hemoglobina - 9,5 g/dl, VCM 70 µ³, CHCM 29 g/dl e RDW 17%. Foi observado ainda discreto aumento do número de plaquetas. Com estas informações, é possível afirmar:
Escolha a MELHOR alternativa para o tratamento da fibrilação ventricular conforme as recomendações atuais:
Compartilhar