Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Uma paciente do sexo feminino, 70 anos, foi atendida com quadro de dor constante em hipocôndrio direito há 8 horas. O exame físico revelou dor à palpação com defesa em hipocôndrio direito. Temperatura = 37º C; FC = 96. Ultrassonografia evidenciou uma vesícula biliar distendida com um cálculo de 2 cm no infundíbulo e hepatocolédoco de 8 mm. O PROVÁVEL diagnóstico e a conduta mais adequada são:

A
Colecistite aguda; antibioticoterapia e colecistectomia laparoscópica nas primeiras 24 horas.
B
Colecistite aguda; antibioticoterapia e colecistectomia laparoscópica após 4 a 6 semanas.
C
Colangite aguda; antibioticoterapia e papilotomia endoscópica.
D
Colecistite aguda; antibioticoterapia e colecistectomia aberta.
Na patogênese do linfoma MALT gástrico, qual o principal carcinogênico?
A Flegmasia cerúlea dolens:
Constituem causas de elevação da calcitonina plasmática, exceto:
Em relação à regulação da resposta imune pelas células T, analise nas afirmativas a seguir: I. Células T migram da medula óssea para o timo, onde começam a expressar receptores para antígenos, sendo que, a maioria destes receptores tem duas cadeias, ? e ?, e são chamados receptores ?/?; II. Como uma consequência da seleção dentro do timo, algumas células T que têm avidez intermediária para autoantígenos entram na periferia, onde têm potencial para se transformarem em células efetoras patogênicas; III. Quando CD80 e CD86, duas proteínas de superfície de células B e células dendríticas, interagem com a molécula CD28 na superfície das células T, ocorre anergia ou tolerância imune, enquanto que a interação com CTLA-4 (“cytotoxic T - lymphocyt-associated antigen 4”) provoca ativação destas células; Analise:
Compartilhar