Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Uma paciente em trabalho de parto normal, 5 cm de dilatação, apresenta hemorragia vaginal imediatamente após a rotura artificial de membranas. A monitoração fetal revela padrão sinusoidal na cardiotocografia. O diagnóstico provável é:

A
placenta prévia.
B
placenta acreta.
C
rotura do seio marginal.
D
inserção velamentosa do cordão umbilical.
E
vasa prévia.
Dados recentes têm sugerido uma associação entre os tumores de cabeça e pescoço e infecções virais. Os da orofaringe, por exemplo, estariam ligados a:
RN a termo é atendido na sala de parto no berço aquecido, aspirado à boca, em seguida as narinas e secado. Ao avaliar o bebê, o pediatra verifica frequência cardíaca de 85 batimentos por minuto. A conduta a ser tomada é
Mulher, 65 anos, com dor em fossa ilíaca esquerda há 2 dias. Ao exame, em bom estado geral, hidratada, PA 140x90mmHg, pulso 110, temperatura 38 ºC, abdome discretamente distendido com dor intensa à palpação da fossa ilíaca esquerda, sem irritação peritoneal. Assinale a alternativa que apresenta o exame para diagnóstico e o tratamento inicial, respectivamente:
São causas de choque cardiogênico, EXCETO:
Compartilhar