Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Uma paciente em trabalho de parto normal, 5 cm de dilatação, apresenta hemorragia vaginal imediatamente após a rotura artificial de membranas. A monitoração fetal revela padrão sinusoidal na cardiotocografia. O diagnóstico provável é:

A
placenta prévia.
B
placenta acreta.
C
rotura do seio marginal.
D
inserção velamentosa do cordão umbilical.
E
vasa prévia.
Na diferenciação da cardiomiopatia hipertrófica (CMH) com estenose valvar aórtica (EA), é CORRETO afirmar que, ao contrário da segunda, a primeira condição (CMH):
Sobre o FAST – Focused Assessment Sonography in Trauma – ou avaliação ultrassonográfica direcionada para o trauma, podemos afirmar, EXCETO:
<p>Um paciente vivendo com HIV/Aids há 15 anos, em Terapia Antirretroviral (TARV) atual com tenofovir, emtricitabina e fosamprenavir, comparece para avaliação oftalmológica em função de redução da acuidade visual. Sua última contagem de linfócitos T-CD4+ é de 40 céls/µl e sua última carga viral (PCR), 2,3 logs. A fundoscopia revela a presença de coriorretinite caracterizada por extensas áreas de necrose retiniana com hemorragias de permeio acompanhando os vasos retinianos (aspecto clássico em "queijo e ketchup"). A hipótese etiológica provável de tal retinite é:</p>
Nos corpos estranhos do trato digestivo alto, é correto afirmar:
Compartilhar