Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Uma paciente feminina de 58 anos vem para avaliação por artrite reumatoide de 10 anos de evolução, com tratamento irregular. Ela faz uso de prednisona (10 mg por dia), diclofenaco (50 mg uma ou duas vezes por dia) e difosfato de cloroquina (250 mg), baseando-se em uma prescrição de cinco anos atrás. Refere que tentou abaixar a dose de prednisona, mas piora muito dos sintomas de dor articular e rigidez matinal. Ao exame físico, apresenta sinovite de metacarpofalangenas bilateralmente, aumento de volume e perda de extensão de ambos os cotovelos, nódulos na região olecraniana à direita e derrame articular em joelhos bilateralmente. Com relação a essa paciente, é correto afirmar:

A
Nódulos reumatoides desenvolvem-se em 20-30% das pessoas com AR, raramente sintomáticos, e relacionam-se com a artrite reumatoide com fator reumatoide negativo.
B
O tratamento envolve dobrar a dose de prednisona, fazer diclofenaco de horário e penicilamina, que é a droga de escolha nessa paciente.
C
O uso de agentes biológicos é considerado experimental e utilizado em caso de falha de todos os DMARDS (drogas modificadoras de doença).
D
O uso de metotrexate deve ser considerado, na dose de 7,5 a 25 mg semanalmente, após a confirmação do diagnóstico, pela dosagem do fator reumatoide, velocidade de hemossedimentação e proteína C reativa.
E
A chance de esplenomegalia e neutropenia será muito maior se a paciente for caucasiana.
Qual das afirmações abaixo é verdadeira?
AMMS, 45 anos, diabético, DPOC, foi internado no pronto-socorro com quadro de obstrução intestinal baixa. Durante a investigação diagnóstica, se confirmou um tumor de cólon direito como causa da obstrução. Apresentava hemoglobina de 8,0 g%, albumina de 2,8 g/dl. Foi submetido a uma hemicolectomia direita com anastomose primária com duração de 5 horas, sem intercorrências. O fechamento de aponeurose foi feito com fio monofilamentar não absorvível. Evoluiu com abscesso de parede detectado no quinto dia de pós-operatório. Qual o fator de risco deste paciente não é causa para infecção de sítio cirúrgico?
O diagnóstico precoce e a avaliação imediata do lactente com suspeita de atresia biliar são muito importantes para que o procedimento cirúrgico corretivo atinja taxa de sucesso elevada (90%). O nome da cirurgia e o momento de sua realização são, respectivamente:
Homem, 62a, tabagista e ex-etilista, apresenta disfonia progressiva e odinofagia há 6 meses. Exame físico: linfonodomegalia cervical nível III à esquerda. O DIAGNÓSTICO CLÍNICO, OS EXAMES DE ESTADIAMENTO E DE CONFIRMAÇÃO DIAGNÓSTICA SÃO:
Compartilhar