Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Nefrologia

Hepatologia

Varizes esofagianas são dilatações das veias da submucosa esofágica e, quando rotas, causam hemorragias digestivas muito graves. Neste contexto, analise as informações a seguir e assinale a correta.

A
Fístulas arteriovenosas traumáticas podem ser a causa, pois o fígado é irrigado pela artéria hepática e a veia porta e, além disso, T.I.P.S (transjugular intrahepatic portalsystemic shunt) é uma das formas de tratamento endovascular da hipertensão portal.
B
Podem ser tratadas por técnicas de esclerose das varizes, embora o tratamento cirúrgico deva ser prioritário.
C
Representam 2/3 das hemorragias digestivas altas graves e o diagnóstico diferencial deve ser feito com úlcera péptica hemorrágica, sobretudo duodenal.
D
São causadas por síndrome de hipertensão portal com ou sem comprometimento sistemático da célula hepática e o Balão de Sengstaken-Blackmore deve ser abandonado, pois além da possível lesão das asas do nariz, com frequência favorece a aspiração respiratória e infecção pulmonar.
E
Estão associadas a uma maior produção de gastrina, devido ao desvio do sangue portal, razão de maior incidência de úlceras gástricas gigantes que podem ser a causa do sangramento e não a ruptura das varizes.
Recém-nascido a termo, peso de nascimento 2680 g, escore de Apgar de 1º e 5º minutos de 9 e 10, respectivamente. Permaneceu em alojamento conjunto, não apresentou intercorrências clínicas e recebeu alta com 48 horas de vida, pesando 2400 g. A mãe, primigesta, procurou o pronto-socorro dois dias após a alta, referindo que o bebê chora excessivamente. Ao exame, o recém-nascido apresentava-se choroso, ictérico em face, tronco e raiz de membros, mucosas semiúmidas, pesando 2320 g. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Com relação ao hemangioma da infância, é correto afirmar:
Quanto ao tremor essencial (TE), assinale a alternativa INCORRETA.
Um paciente de 29 anos com retardo mental desde a infância apresenta quadro progressivo de declínio da memória. Exames complementares não evidenciam causas reversíveis de demência. Considerando o diagnóstico prévio de síndrome de Down, qual o provável diagnóstico?
Compartilhar