Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Vinicius, 45 anos, é empresário e viajará para Manaus a trabalho por 6 meses. Queixa-se de rouquidão pela manhã e azia há 4 anos. Sua mãe contava que ele apresentava episódios de diarreia na infância, acompanhados de distensão abdominal, cólica e assaduras (dermatite) persistentes. Na época foram retirados de sua alimentação o leite e seus derivados, sendo permitido o uso de iogurte. Evoluiu sem sintomas até a adolescência quando abandonou a dieta. Ao exame físico está eutrófico. Foram prescritos alguns medicamentos sintomáticos e inibidor de bomba de próton (IBP), proposta a investigação diagnostica e a profilaxia de doenças do viajante Vinicius está assintomático após um mês de tratamento diário com IBP. A endoscopia digestiva mostra esôfago de Barret e a histopatologia afasta displasia. A esofagomanometria revela pressão normal do esfíncter esofagiano inferior e ausência de distúrbios motores. A esofagomanometria é exame:

A
importante para determinar o tipo de válvula antirrefluxo mais adequada para o paciente com indicação cirúrgica
B
fundamental na indicação de cirurgia
C
de grande auxílio no diagnóstico de doenças da laringe
D
que tem como achado frequente hipertonia do esfíncter esofagiano inferior nos pacientes com rouquidão
Dentre os marcadores tumorais do aparelho digestivo, é correto afirmar:
Sobre o divertículo de Meckel, é correto afirmar:
Criança portadora de doença falciforme homozigótica vem ao pronto-socorro com febre, odinofagia, hiporexia e hipoatividade. Ao exame você observa hiperemia de orofaringe, placas purulentas em amígdalas, petéquias em palato, infartamento ganglionar cervical, palidez moderada e icterícia leve. Qual a melhor conduta?
Com relação à hiperplasia prostática, assinale a alternativa INCORRETA:
Compartilhar