Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Pediatria Geral

Você é chamado para investigar um surto de diarreia aguda em uma creche. Qual o agente etiológico mais provável nessa condição?

A
Escherichia coli.
B
Giardia lambia.
C
A. lumbricoides.
D
Rotavirus.
E
Cryptosporidium.
Em relação aos ferimentos penetrantes de carótida, é correto afirmar:
Lactente de 20 meses é levada ao pronto-socorro logo após um episódio de cianose generalizada e atividade clônica dos quatro membros. A mãe relata que este é o sexto episódio em duas semanas, todos os quais ocorreram na ausência de febre, sempre após ter sido censurada por alguma travessura. Cada episódio dura cerca de 30s, e a criança permanece irresponsiva, com os olhos fechados, sem liberação esfincteriana. Não há história familiar de epilepsia. O desenvolvimento da paciente é adequado e o seu exame físico normal. Neste caso, deve-se adotar como conduta:
Pré-escolar de quatro anos é levado a serviço de emergência com quadro, de início há algumas horas, de dificuldade respiratória intensa, febre alta (40°C), toxemia, dor de garganta, sialorreia e estridor. Dada a gravidade do quadro, o paciente é imediatamente transferido para a unidade de cuidados intensivos. Neste local, a conduta imediata, indicada prioritariamente sobre todas as demais, consiste em:
Um paciente masculino de 54 anos, comparece ao ambulatório apresentando nódulo em topografia de parótida esquerda. Ao exame trata-se de um nódulo sólido à palpação, medindo aproximadamente 2,5 cm, móvel e elástico. Não apresenta déficit motor facial. Também já havia realizado alguns exames complementares: - Ultrassonografia: Nódulo sólido, algo heterogênio, bem delimitado, na topografia da glândula parótida esquerda. - PAAF: amostra paucicelular, inapropriada para análise. - Cintilografia com tecnésio: Imagem nodular, captante do radioisótopo, na topografia da glândula parótida esquerda. Com base nesses dados, o diagnóstico mais provável é:
Compartilhar